Yu Youzhen tem 54 anos de idade e detém uma fortuna de R$ 3,71 milhões em sua conta, ou, 10 milhões de yuans. Com essa dinheirama toda, a chinesa poderia simplesmente comprar um sítio próximo à praia e relaxar até o fim de seu vida e, também, o que sobrasse daria para dar uma vida de luxo até aos seus bisnetos. Mas não foi isso que ela fez, Yu resolveu ir trabalhar varrendo rua em uma empresa pública. Segundo ela, os pais precisam dar o exemplo aos seus filhos e mostrarem que o trabalho é muito mais que só o dinheiro.

“O trabalho não é apenas sobre dinheiro, isso me dá algo para fazer, o que é muito importante”, disse a chinesa.

Publicidade
Publicidade

Youzhen também conta que para o site local que é preciso educar as pessoas pelo poder do exemplo, dar o exemplo é muito importante mesmo que a pessoa não precise passar por certas situações. Youzhen conta que o trabalho dignifica qualquer pessoa e não importa de que forma seja ele, até mesmo varrer rua.

A principal intenção da chinesa em varrer rua para uma empresa pública é a de educar os seus filhos para que eles aprendam e saibam que na vida é muito importante ter ética de trabalho e, também, saberem que nada vem sem antes as pessoas terem trabalhado duro. Youzhen ainda conta que o dinheiro que tem será muito bem empregado em seus filhos caso algum dia ela venha a falecer, no entanto, a chinesa confessa que caso os seus filhos não tomem para si o que ela está ensinando, é bem capaz que ela os deserdem e tirem o direito deles de serem herdeiros da milionária mãe.

Publicidade

 A chinesa acredita que essa sua atitude é um bom exemplo para aqueles que já vivem bem e têm uma certa tranquilidade financeira para usufruir, para darem um exemplo aos seus descendentes e aqueles que vivem ao seu redor. Youzhen diz que o exemplo de vida deve vir de cima para baixo e não somente de baixo para cima. Segundo ela, o ensinamento para o trabalho deve ser sempre centrado na dignidade, humildade, respeito e ética. A chinesa deixa claro que todo e qualquer tipo de trabalho justo e que não cause danos às pessoas, é justo e deve ser considerado. #Curiosidades