Dani Mathers, uma modelo da Playboy americana de 29 anos, postou recentemente em seu #Snapchat a foto de uma mulher desconhecida que estava nua tomando banho no banheiro da mesma academia onde ela pratica atividades físicas. Desrespeitando a mulher, Dani a ridicularizou em seu perfil na rede social escrevendo a seguinte legenda: "Se eu não consigo deixar de ver isso, você também não consegue", mencionou ela se referindo ao corpo da mulher que foi fotografada sem saber de nada. Depois de compartilhar a foto da mulher nua, Mathers ainda publicou uma outra imagem onde aparecia rindo da moça em tom de muito deboche.

Mathers recebeu o título de Playmate 2015.

Publicidade
Publicidade

Depois que o caso veio a público, a modelo foi muito criticada e até demitida do programa de rádio onde trabalhava. Atualmente, ela está sendo investigada pela polícia e deve pagar por crime pois compartilhou uma foto de alguém sem a sua permissão, o que na Califórnia é totalmente ilegal. Se for devidamente condenada, pode ser presa ou pagar multa. O inquérito contra a modelo da Playboy foi aberto logo após ela mostrar a imagem na rede social e as investigações estão sendo feitas pela divisão de ataques sexuais da polícia de Los Angeles nos Estados Unidos.

Além de perder o emprego, a modelo ainda foi proibida de retornar a qualquer uma das academias da mesma rede na qual praticava seus exercícios físicos, além de agora ser um dos principais alvos de críticas feitas por internautas revoltados.

Publicidade

Parecendo estar arrependida, após tanta repercussão sobre o assunto, ela deletou a foto do seu Snapchat e escreveu diversos pedidos de desculpas em seus perfis de redes sociais. Em um desses pedidos, ela escreveu que sabe que fazer ‘body shaming’ é errado (expressão em inglês para pessoa que envergonha a outro por causa do corpo), que é algo que não costuma fazer e que não é esse tipo de pessoa.

"Não foi isso que eu quis dizer", escreveu ela tentando se defender das acusações. E ainda afirmou que tudo não passou de um engano e que a foto da mulher fazia parte de uma conversa particular que ela estava tendo com outra pessoa, que por acaso veio a público para o seu azar.

A modelo afirmou que ama o que faz para viver e adora o corpo feminino. Mas que agora pretende se afastar por um tempo para pensar na razão que a teria levado a fazer o que fez que segundo ela mesmo mencionou, 'foi horrível'. #Comportamento #EUA