Uma das muitas coisas incríveis que a ​​NASA faz é transmitir imagens ao vivo a partir da Estação Espacial Internacional, uma vez que ela orbita a Terra, capturando imagens o tempo todo. Mas, como já era de se imaginar, é sempre muito calmo - Pelos menos, até um OVNI (objeto voador não identificado) entrar em cena.

Em 9 de Julho, a NASA estava transmitindo uma sequência de imagens da ISS quando o YouTuber Streetcap1, que acompanhava a cessão, notou algo na atmosfera da Terra (Aliens? Provavelmente Aliens). Mas, conforme o objeto ia se aproximando de nosso planeta, a NASA cortou a transmissão (mais uma vez, isso é quase 100% Alien). 

Enquanto Streetcap1 aposta que poderia ser um meteoro, nós que assistimos Independence Day sabemos o que está acontecendo.

Publicidade
Publicidade

Você pode ver o vídeo abaixo:

O vídeo logo foi compartilhado por outros canais do YouTube e já chegou há milhões de views. Além do mais, fontes extremamente confiáveis ​​de jornalismo científico como a 'Express' e outras revistas teens, rapidamente começaram a publicar sobre o caso, em manchetes como 'Choque de Reivindicação Alien: 'NASA corta os momentos cruciais da transmissão ao vivo da ISS após OVNI aparecer.'

Curiosos para saber por que a NASA iria encobrir tal evidência óbvia de um ataque alienígena iminente, a respeitada revista americana 'seventeen' entrou em contato para obter algumas respostas.

"Nós nunca vimos OVNIs no censo popular" disseram os representantes da NASA, depois de um longo e profundo suspiro. "O caso é que o experimento de transmissão de imagens da Terra, é alimentado por um sinal que nos dá a possibilidade de receber o vídeo continuamente."

"Porém, quando o experimento de transmissão de imagens daTerra perde o sinal, a nossa cessão se apaga.

Publicidade

Alimentar a transmissão não é algo feito manualmente, é tudo feito automaticamente. Não há ninguém a bordo para assumir o controle, então nós usamos a conexão com o sistema de dados espacial. Isso nos dá uma cobertura de área muito boa, mas acontece de perdermos o sinal ocasionalmente - A qualquer hora, por alguns segundos ou minutos. Isso varia de um dia para o outro."

Obviamente, isso é o que eles querem que você acredite.

Mas e quanto ao brilho mostrado no vídeo? Certo, poderia ser confundido com muitas coisas: um reflexo na lente da câmera, radiação atingindo um sensor do sistema do streaming, um meteoro, um satélite, ou qualquer uma das dezenas de milhares de pedaços de detritos espaciais que atualmente circulam o planeta.

Mas, venhamos e convenhamos, em quem você vai acreditar: uma meia dúzia de cientistas sabichões da NASA, ou os vídeos com música assustadora do Youtube? Eu fico com os confiáveis vídeos do Youtube! #EUA #AoVivo