Pokémon Go, jogo no qual a pessoa tem que usar o próprio smartphone para caçar Pokémons pela rua, além de se tornar uma verdadeira febre, tem gerado uma série de situações inusitadas envolvendo os fãs do game. A busca pelos animais fictícios já resultou na invasão de uma delegacia na Austrália, na descoberta de um cadáver nas margens de um rio nos Estados Unidos, entre outras situações bizarras. O último fato curioso relacionado com fãs do Pokémon Go ocorreu na Nova Zelândia.

Na cidade de Auckland, Tom Currie, de 24 anos, pediu demissão da cafeteria onde trabalhava para se dedicar integralmente ao Pokémon Go. O objetivo de homem é capturar o “Pokémon Mewtwo”, um dos personagens do game.

Publicidade
Publicidade

Tom já viajou dois meses pela Oceania para caçar as criaturas fictícias e, até agora, conseguiu capturar 700 Pokémons.

Em entrevista dada ao site News Hub, Tom disse que agora pretende percorrer a Nova Zelândia para caçar, não apenas o “Pokémon Mewtwo”, mas também outros exemplares dos animais fictícios. O rapaz também revelou ao site de notícias que pegou um ônibus até a cidade de Invercargill e voltou a Cape Reinga para capturar Pokémons pelo caminho. Tom ainda acrescentou que, segundo o registro feito pelo game de quão longe cada jogador vai, já percorreu cerca de 50 km.

Pokémon Go já foi alvo do ataque de hackers

Recentemente, um fato deixou os fãs do Pokémon Go bastante irritados. No último dia 16, o game foi alvo do ataque de hackers de um grupo chamado “Poodle Corp”, que conseguiu deixá-lo fora do ar por várias horas.

Publicidade

A invasão do sistema do Pokémon Go pode estar ligada ao fato do Brasil ter ficado de fora dos primeiros países onde o jogo foi lançado.

O Pokémon Go voltou ao normal no início da noite, nos países em que o game está disponível: Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Alemanha, Espanha Itália e Portugal. No entanto, o jogo ainda apresentava algumas falhas em seu sistema. Os integrantes do “Poodle Corp” declararam que o ataque realizado no sábado foi somente um teste, pois eles estão planejando algo bem maior. #Entretenimento #Jogos #Nintendo Games