O mundo inteiro já sabe o que aconteceu na França. O dia 14 de julho de 2016 vai ficar marcado na história do país como o dia de uma tragédia e sofrimento por um atentado terrorista na cidade de Nice. A comemoração da queda da Bastilha vai dar lugar às lamentações por 84 pessoas mortas, além de centenas de pessoas feridas.

Ontem (16/07), o grupo terrorista Estado Islâmico fez a reinvindicação da autoria do massacre de pessoas na França. A informante sobre a reinvidicação do grupo radical foi a agência Amaq que mantém relações com os jihdistas.

Um novo vídeo sobre o atentado terrorista foi divulgado na internet, por meio da rede social Facebook.

Publicidade
Publicidade

Neste vídeo, é possível ver momento em que o motorista tunisiano está digirindo o caminhão e decide colocar em prática o plano malígno de atropelar e matar o máximo de pessoas. As imagens têm um conteúdo revelador de como o atentado aconteceu. Veja o vídeo a seguir:

O terrorista responsável pelo atentado é Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, tunisiano de 31 anos que morava na cidade de Nice. Ele foi morto pela polícia que tentou frear o caminhão à base de tiros para proteger a população e evitar mais mortes.

A Europa inteira e os Estados Unidos devem ficar ainda mais alertas, pois o Ramadã já terminou e os terroristas afirmam que vão atacar novamente, pois todo o ocidente deve ser combatido por ser considerado infiél. Além disso, as autoridades brasileiras devem tomar providências para prevenção de ações criminosas de terroristas.

Publicidade

Afinal, as Olimpíadas estão chegando e, caso aconteça algo no Brasil, o país será lembrado por mortes e terrorismo em plenos jogos olímpicos.

A França é a atual vítima dos terroristas, tanto pelo lado religioso  quanto por ter parte das forças armadas combatendo os criminosos na Síria. As autoridades do governo francês ainda não se pronunciaram sobre uma possível retaliação e quais serão as medidas adotadas para reforçar a segurança nas próximas comemorações públicas.

Qual a sua opinião sobre o atentado terrorista na França? Deixe seu comentário! #Terrorismo #Ataque Terrorista