Na última semana uma equipe de pesquisadores belgas todos com conhecimento avançado em engenharia biológica anunciaram o desenvolvimento de um aparelho purificador capaz de transformar urina em água potável. Durante o processo de transformação a máquina é capaz de reter através de um filtro os resíduos da urina os quais podem ser utilizadas como fertilizantes. De acordo com os pesquisadores, a água filtrada pode ser utilizada para fabricação de cerveja. Segundo informações, a pesquisa foi realizada na Universidade de Gante, na Bélgica.

"Podemos obter fertilizantes a base de água potável da urina utilizando um processo bastante simples e através da energia solar", afirma  Sebastiaan Derese, cientista da universidade. Após ser colocada ao solo a urina vai aquecendo e a partir do processo  passa por uma cisterna antes de entrar por um compartimento que separa a água dos demais componentes o qual inclui, potássio e fósforo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a pesquisa, a máquina não depende de eletricidade, pois funciona a energia solar. Segundo Derese, este procedimento também poderá beneficiar a produção agrícola para que tenha uma produção mais sustentável, principalmente em lavouras de países em desenvolvimento, propensas à estiagem. No início o principal o objetivo era colocar as máquinas em espaços com grandes concentrações de pessoas ou seja estádios de futebol, cinema, aeroportos entre outros.

A ideia também se aplica em festivais de musicais, os quais costumam sofrer com a falta de banheiros públicos. Ainda segundo os idealizadores do projeto, a máquina será testado aos poucos e nos últimos dias o aparelho foi instalado em Gante, durante a realização de um festival de música e permaneceu lá por 10 dias, com o slogan ''Urinaparaciência''. Desde o início, tal projeto já é visto com bons olhos, os pesquisadores acreditam que em pouco tempo o estudo faça parte de um grande sucesso.

Publicidade

''Obtivemos mais de mil litros de água destilada da urina durante o último evento. Está água poderá ser usada para produção da cerveja belga. Na natureza nada se perde e tudo pode ser transformado'', conclui Sebastian Derese. #Entretenimento #Curiosidades