A aplicação Pokemon Go contínua dando o que falar em todo o mundo. No Japão, a companhia de eletricidade de Tokyo (Tepco), pediu à produtora do jogo para retirar todos os Pokémons que podem ser encontrados na área reservada da usina nuclear de Fukushima. Esse pedido acontece porque a empresa está preocupada que jovens jogadores entrem naquela zona para tentar caçar aquelas criaturas virtuais.

Desde 2011 que a zona onde está localizada a usina de Fukushima é considerada inabitável pelos seres humanos. Tudo aconteceu depois da instalação nuclear ter sido atingida por um tsunami que foi provocado por um terramoto de magnitude 9.0.

Publicidade
Publicidade

Aquele acidente causou o derretimento de três dos seis reatores nucleares, o que provocou a libertação de radiações muito perigosas para a saúde.

Apesar de não ter sido relatada nenhuma morte por exposição às radiações, o Governo japonês decidiu evacuar todos os habitantes da área. Atualmente, toda aquela região se encontra interditada e assim deverá continuar até que a usina seja finalmente desativada.

Agora, devido à “febre” com o Pokémon Go, o regulador de energia nuclear do Japão foi forçado a emitir uma alerta a todas as centrais de energia do país. Essa autoridade refere que é importante o aumento de segurança, uma vez que é possível que jogadores de Pokémon tentem entrar nas centrais para tentar capturar aqueles personagens virtuais.

Pensando principalmente em Fukushima, a Tepco foi ainda mais longe e ordenou que a Niantic, a empresa que criou o jogo, retirasse todos os Pokemon da área de Fukushima, tudo para o bem da segurança dos jovens caçadores que em muitas ocasiões se têm esquecido de obedecer às mais básicas normas de segurança.

Publicidade

Nos Estados Unidos, por exemplo, três adolescentes conseguiram entrar nas instalações de uma usina nuclear no Estado de Ohio. Eles conseguiram passar pela segurança para tentar chegar até a um Pokémon raro que se encontrava dentro de um dos edifícios da usina.

Também no Japão, país da empresa que criou o jogo, já são muitos os acidentes relatados. Já aconteceram, por exemplo, vários acidentes no trânsito. O mais grave foi o choque frontal entre um adolescente e um homem de 30 anos que jogavam Pokémon Go enquanto andavam de bicicleta. Os dois foram transportados para o hospital em estado grave. O que você acha sobre essa nova “febre” mundial?

Acha que as autoridades deveriam tentar limitar a utilização do jogo? Conte a sua opinião nos comentários! #Jogos #Desenvolvimento Tecnológico