O Pokemon Go tem gerado situações inusitadas à medida que a sua popularidade cresce. Desta vez, o fato curioso relacionado ao game aconteceu no Reino Unido. A britânica Sophie Pedraza, de 26 anos, abandonou o seu emprego como professora para tornar-se uma jogadora profissional do game. Conforme foi divulgado pelo jornal britânico “Metro”, Sophie lecionava inglês, matemática e música. Por essas atividades, ela ganhava 2 mil libras (R$ 8,6 mil)

Após abandonar a carreira de professora, Sophie planeja evoluir contas no jogo e comercializa-las pela internet. Ela revelou que um personagem evoluído do Jogo, até o nível 20, é vendido pelo e-Bay por mil libras, o que equivale a R$ 4,6 mil.

Publicidade
Publicidade

A britânica disse que, se a pessoa se dedicar integralmente ao game, pode chegar ao nível 15 dentro de um ou dois dias. Sophie afirmou que planeja comprar mais um ou dois smartphones para caçar os pokemons, e ainda acrescentou que joga o Pokemon Go por 18 horas, pois o game permite que ela capture os animais fictícios até quando está em um bar com os amigos.

Sophie Pedraza não é a primeira pessoa a deixar o emprego para se dedicar ao Pokemon Go. O neozelandês Tom Currie, de 24 anos, pediu demissão do seu emprego em uma cafeteria para caçar pokemons pelo território do seu país. Currie também viajou dois meses pela Oceania para capturar os animais fictícios e já tinha capturado 700 pokemons.

Além fazer pessoas abandonarem o emprego, a febre do Pokemon Go já ocasionou a invasão de uma delegacia na Austrália e descoberta do corpo de uma pessoa desaparecida nas margens de um rio nos Estados Unidos.

Publicidade

Pokemon Go já é febre em 36 países

Além do Reino Unido, o applicativo já foi lançado em 36 países e está disponível em Hong Kong desde o início do mês. Para a tristeza dos brasileiros, o game ainda não tem data definida para ser lançado por aqui, informação que foi confirmada pelos executivos da Niantic.

O game é um jogo de realidade aumentada, no qual as pessoas têm que capturar criaturas fictícias através do smartphone e coloca-las dentro das suas respectivas pokebolas. O game usa o GPS dos aparelhos para permitir que os jogadores se desloquem para caçar os pokemons. O Pokemon Go está disponível para smartphones portadores dos sistemas Android e iOS.

  #Entretenimento #Jogos #Desenvolvimento Tecnológico