Elysia Laub, de apenas nove anos, merece bem ser chamada de anjo da guarda. A menina foi responsável por salvar a vida de uma bebê recém-nascida, tendo uma rápida reação perante um acontecimento tão inesperado. A pequena Elysia encontrou uma bebê no jardim de sua casa. Apesar de estranhar tudo isso, a menina correu chamando sua mãe e as duas acionaram a emergência, o que permitiu que salvassem a vida dessa criança, em Indiana, nos Estados Unidos da América. 

Se desconhece ainda a verdadeira história dessa bebê, que teria poucas horas quando foi abandonada. E até é bem possível que a história dessa bebê só comece agora, depois de ser encontrada por Elysia.

Publicidade
Publicidade

A menina foi levada para o hospital, mas já está entregue para uma casa de acolhimento, podendo ser adotada por uma #Família brevemente. Tudo graças a Elysia, seu anjo da guarda. 

Encarada como uma pequena heroína, Elysia está contando essa história para todas as televisões americanas e sendo notícia por todo o mundo. A menina contou que estava no jardim quando ouviu uns barulhos. Inicialmente ainda pensou que um dos porquinhos pudesse ter fugido mas quando se aproximou, percebeu que não se tratava de um porco, mas sim de um bebê, ainda com cordão umbilical. Supostamente, a menina teria ainda poucas horas quando foi abandonada nesse local e nem o cordão teriam cortado devidamente, antes de a abandonarem. 

Elysia ouviu o bebê chorar e correu para chamar a mãe. As duas contactaram a emergência e a bebê apenas tinha sofrido algumas queimaduras pela exposição solar, mas não estava correndo ainda risco de vida, devendo se recuperar totalmente.

Publicidade

No entanto, caso permanecesse mais algumas horas nesse local, seu destino poderia ser bem diferente, uma vez que se tratava de uma bebê com pouquíssimas horas e ainda muito frágil. Por isso, em Indiana, não estão duvidando que a pequena Elysia salvou a vida dessa bebê, que poderia ter morrido se continuasse por mais algumas horas no calor. 

Nos Estados Unidos da América, o abandono de bebês não é considerado crime, desde que seja feito nos locais competentes, como em hospitais ou casas abrigo, o que não aconteceu nesse caso e, se os pais desse bebê forem encontrados, serão naturalmente julgados pelo crime de abandono. Nos Estados Unidos da América, o abandono de bebês não é considerado crime, desde que seja feito nos locais competentes, como em hospitais ou casas abrigo, o que não aconteceu nesse caso e, se os pais desse bebê forem encontrados, serão naturalmente julgados pelo crime de abandono.  #EUA #Casos de polícia