Um casal de imigrantes portugueses foi roubado depois de uma autoridade falsa ter enganado completamente o casal com um esquema chocante. Tal como informa o jornal “Correio da Manhã”, enquanto regressavam da Suíça, nas estradas de Barcelona, com a neta de 14 anos que entrou em pânico, vários policiais mandaram o carro encostar. Depois de perguntarem várias vezes se tinham drogas, os policiais decidiram pegar nas carteiras das vítimas e correr para a sua viatura, nunca mais tendo sido localizados.

Em uma altura em que milhares de imigrantes portugueses, mas também brasileiros, fazem loucas viagens para passarem as suas férias de verão, a maioria delas para regressarem ao seu país natal, os riscos na estrada e os esquemas usados para serem roubados é um motivo de grande preocupação de todas as comunidades imigrantes na #Europa.

Publicidade
Publicidade

Precisamente durante um esquema usado por um grupo de criminosos, um casal de imigrantes portugueses foram surpreendidos pela abordagem da autoridade, que rapidamente questionam o casal se eles tinham drogas no carro, sem ter qualquer tipo de razão para ter essa suspeição, tal como a vítima garantiu ao jornal “Correio da Manhã”. Depois de mostrar a sua falsa identificação, os policiais pediram as carteiras às vítimas, alegando que eles poderiam ter escondido droga dentro delas. Contudo, passado poucos segundos, os criminosos correram rapidamente para a sua viatura, deixando o casal de portugueses e a sua neta em um verdadeiro estado de choque.

Segundo a vítima, ao todo, os assaltantes conseguiram roubar 600 euros das suas carteiras, além dos importantes documentos que também foram roubados.

Publicidade

Nas redes sociais, a comunidade portuguesa demonstrou uma enorme preocupação com os constantes esquemas realizados por grupo criminosos para assaltarem os imigrantes que nessa altura do ano estão viajando pelas estradas europeias. Além do número muito elevado de mortes na estrada em 2016, agora a comunidade imigrante também garante estar muito preocupada de ser roubada por autoridades falsas que façam exatamente o mesmo esquema que fizeram ao casal de idosos quando regressavam de uma longa viagem da Suíça. #Investigação Criminal #Emigração