Um novo tiroteio deixou quase vinte pessoas feridas em uma boate e ao menos 2 mortos. O mundo acorda mais uma vez assustado com notícias vindo dos Estados Unidos, onde na boate "Club Blu", na Flórida, onde estava sendo realizada uma "noite adolescente" ocorreu um tiroteio. O tiroteio começou logo no início desta segunda-feira (25) e até o momento as notícias que se sabe são as que foram divulgadas pelo tenente Jim Mulligan.

As testemunhas que presenciaram tudo contam que o local virou uma verdadeira "casa de loucos" e assim que os tiros começaram houve muita correria, gritos e todo mundo procurando uma forma de se esconder, pois eram vários tiros sendo disparados.

Publicidade
Publicidade

Um canal de televisão da cidade onde aconteceu o tiroteio, Fort Myers, logo começou a fazer a cobertura do ocorrido e destacava as pessoas relatando tudo que viveram dentro da boate.

O tiroteio só não causou uma tragédia maior porque foi no estacionamento da boate e por isto as pessoas tiveram para onde correr e muitas conseguiram deixar o local rapidamente, pois se tivesse sido dentro do local onde o evento estava sendo realizado, o número de vítimas teria sido bem maior.

Quando os tiros começaram no estacionamento da Club Blu Bar and Grill, era grande o número de pessoas presentes, pois ainda era por volta de 0h30. Uma testemunha relatou à Sky News que foram dezenas de tiros disparados e que eram várias armas, agora o desafio para a polícia local é descobrir quantos atiradores estavam envolvidos e também o que teria motivado o ataque.

Publicidade

No domingo (24), através de um anúncio divulgado através das redes sociais, a boate convidava a todos para a tal festa "noite adolescente", só que não ficou definido se era preciso se identificar, por isto existe a suspeita de que o evento estava aberto a pessoas de todas as idades.

Na avenida Ortiz uma pessoa chegou a ser detida, pois é um local próximo à boate e há a suspeita de que seja um dos atiradores, entretanto a polícia não informou o que levou este indivíduo a ser abordado, no meio de tantos que procuravam deixar o local, além dos curiosos que começaram a chegar por ali, inclusive foi preciso isolar o local para não atrapalhar as investigações. #Violência #Casos de polícia #Ataque Terrorista