A triste história de um primata que teve os dentes arrancados por turistas está ganhando repercussão na web e promete chocar muitas pessoas. O animal é um Ióris lento, espécie somente encontrada no continente asiático e conhecido por ter mordida venenosa. Os efeitos dela levam à necrose e até à morte, dependendo da profundidade e também do tempo sem tratamento adequado.

Por conta do perigo, turistas locais decidiram que, para fazer as famosas "selfies", deveriam arrancar os dentes do animal e depois abandoná-lo na mata.

O caso tem deixado muitos protetores do #Animais e internautas revoltados. Segundo o site Metro, um animal conhecido como Boris foi achado próximo à região de Koh Samui, na Tailândia, muito ferido e precisando de cuidados veterinários.

Publicidade
Publicidade

Os técnicos que encontraram o bicho levaram-no para uma entidade protetora dos animais, a Wildlife Friends Foundation. No local, a equipe de veterinários descobriu que o pulso do primata também havia sido quebrado, além de ter todos os dentes arrancados brutalmente.

Os funcionários da Wildlife afirmaram que é comum as pessoas arrancarem a arcada dentária do bicho e este não é o primeiro da espécie a ser visto "banguela" e abandonado pela região. Eles lamentaram o ocorrido, pois não é recomendado que turistas se aproximem do animal nem para fazer fotos.

"Isso ocorre para que turistas não corram nenhum risco na hora de registrarem suas tão esperadas selfies em um lugar tão distante e tão exótico como aqui na Tailândia", falou um porta-voz da fundação.

A WildLife Friends Foundation da Tailândia fez um post protestando contra a remoção dos dentes dos primatas da região, que é considerado um crime ambiental.

Publicidade

Leia a postagem e veja as fotos:

Pela internet, muitas pessoas se revoltaram e acharam um absurdo esse tipo de prática. Alguns internautas lembraram o caso do gorila que foi morto em um parque nos Estados Unidos. Outros pediram penas severas aos criminosos.

"Isso é um absurdo!!!! Quem faz isso deveria ter também os dentes arrancados como punição", postou um internauta. #Crime #Investigação Criminal