Liz tinha 17 anos na época que sofreu o grave #Acidente. Ela foi ler uma mensagem de texto que tinha recebido da sua mãe, quando o carro que ela dirigia, acabou batendo brutalmente em um caminhão guincho.

Milagrosamente, Liz sobreviveu ao acidente. Ela e sua mãe, Betty, fizeram um vídeo, em 2014, detalhando o trauma que ela viveu.

"Eu estava me arrumando para ir ao trabalho", disse Betty (mãe) no vídeo. "Então, 12 horas mais tarde, eu estou na UTI olhando para a minha filha que estava careca e cheio de tubos entrando e saindo de seu corpo".

"Hoje estou cega de um olho, eu não consigo sentir cheiro de nada, também não posso ouvir direito, porque um osso quebrou ao meio e cortou meu tímpano.

Publicidade
Publicidade

Não consigo criar lágrimas, porque ambos os meus canais lacrimais ficaram danificados, e eu não consigo dormir naturalmente. Eu tenho que tomar 2 remédios para dormir", disse Liz.

Liz teve que reaprender a falar, andar, ler e escrever. Liz agora tem 21 anos, ela está determinada em ajudar os outros a aprender com seu erro.

"Eu perdi toda a minha memória de curto prazo, de modo que não se lembra do acidente de carro, duas semanas antes ou três meses depois", diz Liz. "Para este dia, eu não posso acreditar que eu vivi."

Betty concorda. "É um milagre que ela está aqui... Ela está aqui por uma razão. Isso é o que nós sentimos. "

"Eu pensei que era invencível. Mas, obviamente, eu estava completamente errada". Diz Liz em entrevista ao um jornal local.

Liz ressalta que ela sempre prometeu a sua mãe que ela nunca iria mexer no #Celular enquanto dirigia.

Publicidade

Mas não foi isso que aconteceu.

Hoje, Liz e Betty viajam para escolas de todo o país (EUA) com intuito de espalhar a consciência sobre mensagens de texto enquanto estão no voltante. Embora Liz tem passado por tanta coisa, a mãe diz que ela é feliz e fortemente focada na missão de sua nova vida.

"Ela aceitou a maneira como ela olha agora e ela está feliz com quem ela é,"

Um dia, ela veio até mim e disse: Mãe, eu acho que sei porque eu não morri no meu acidente de carro. Eu acho que eu tenho que salvar vidas. "E eu corri para o meu banheiro e chorei e agradeci a Deus, porque esse era o momento que eu sabia que Liz estava escolhendo viver". Disse Betty.

Assista o vídeo legendado abaixo: