Há cerca de um mês um game voltado para celulares começou a preocupar as autoridades de todo o mundo. Ele se trata do 'Pokémon Go', que é baseado no desenho animado (ou mangá como alguns preferem) de mesmo nome. Em resumo, o jogo permite que o mundo real e o virtual virem um só. Com isso, internautas de todo o mundo podem brincar de capturar os monstrinhos virtuais em locais de verdade. Isso pode ser dentro da própria casa, na esquina ou até em lugares curiosos. Por conta disso, mutia gente fã do game tem passado por apuros e provocado grandes confusões. 

Uma página especializada no jogo publicou neste sábado, 16, uma confusão que teria ocorrido nesse fim de semana na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

O país é um dos primeiros em que o jogo está funcionando a todo o vapor. No Brasil, até dá para baixar o game, mas a captura não funciona. As imagens mostram centenas de jovens chegando ao mesmo tempo em um dos locais mais conhecidos de Nova York, o Central Park. Isso tudo para poder capturar um Pokémon chamado de Vaporeon. Esse bichinho é tão especial porque seria uma espécie de evolução de outro monstrinho, o aquático Eevee. 

Como o vídeo mostra, os jovens chegam de qualquer jeito no parque. Eles param os carros em qualquer lugar e atravessam a rua correndo, podendo provocar um grave acidente com o tumulto. Ninguém sabe quem foi o "felizardo" que capturou o bichinho, mas a forma como tudo aconteceu já se espalhou por todo o mundo. Também nos Estados Unidos jovens já sofreram acidentes, foram atropelados e até assaltados.

Publicidade

Isso porque dá para brincar com o game em grupo. Quem gosta de jogar com outras pessoas corre esse sério risco. 

Na contrapartida, a detentora dos direitos dos jogos, a Nintendo, que até então vivia uma grave crise financeira, viu suas ações subirem barbaramente. O jogo já é mais pesquisado que filme pornô e tem mais downloads que o Tinder. 

Veja o vídeo com o momento da confusão que aconteceu na maior cidade do mundo, Nova York, nos Estados Unidos. O jeito é se preparar para quando isso virar febre no Brasil:

#Governo #É Manchete!