Um incrível fenômeno gravado na zona rural de Novosibirsk, a maior cidade da Sibéria (Rússia), com mais de 1,5 milhão de habitantes, tem intrigado cientistas e curiosos de todo o mundo. Registrado em julho, o filme mostra uma bola energética que parece se mover sobre o campo. Divulgado no Youtube, a gravação foi amplamente avaliada como sendo um objeto voador não identificado (Ovni/UFO). 

Porém, o enigmático evento parece ter sido identificado pela testemunha que filmou a cena, um pós-graduando na Universidade Estadual de Novosibirsk (Novosibirsk State Technical University), chamado Roman Tregubov. Entretanto, os motivos que desencadeiam a esfera elétrica, chamada de ‘relâmpago bola’, ainda são desconhecidos pela ciência, conforme informações do periódico inglês Express, edição de quinta-feira (4). 

O vídeo feito pelo estudante é considerado extremamente raro.

Publicidade
Publicidade

Até pouco tempo, pesquisadores acreditavam que a ‘bola relâmpago’ (ou raio bola) fosse apenas um mito urbano. Uma espécie de imaginação coletiva. Contudo, a gravação responsável por comprovar a existência de um tipo de relâmpago em forma de esfera, inicialmente exposta no perfil do acadêmico no Facebook, parece demonstrar a realidade da anomalia. 

Segundo o russo, essa é a primeira vez que ele testemunha um raio bola. Tregubov também destaca o fato de ainda não existir uma explicação científica capaz de elucidar a maneira como se desenvolve esse tipo de raio. De acordo com a observação do indivíduo, o objeto parecia se mover em direção à câmera, antes de mudar o trajeto para as árvores. 

Apesar do ‘raio bola’ proporcionar uma bela imagem, ele pode matar uma pessoa. No decorrer dos séculos há vários registros de sujeitos que acabaram feridos ou mortos, ao ter contato com a esfera. 

Mito ou verdade? 

Embora os cientistas do século 21 conheçam esse tipo de característica elétrica, no século passado o evento era tido como lenda urbana.

Publicidade

Ele só foi observado a partir da década de 1960. Todavia, a natureza das bolas de raio ainda permanece incompreendida. O que se sabe até o momento é que essas esferas elétricas variam de diâmetro. Elas podem surgir como pequenas bolas de golfe, ou até mesmo com vários metros de circunferência. 

O físico Aleskandr Tyutin, do Departamento da Universidade Estadual de Novosibirsk, analisa o vídeo. Ele acentua que a gravação tem todos os atributos da anomalia conhecida como ‘relâmpago bola’. "A julgar pela forma como ele muda de cor, forma e pela forma como ele se move com o vento, provavelmente é relâmpago bola. Eu não posso imaginar um outro fenômeno com tal efeito brilhante", explana. 

Tyutin comenta que é muito perigoso ficar próximo de uma esfera elétrica. No entanto, ele adverte que é ainda mais nocivo tentar fugir dela. "Se você começar a correr, ela vai começar a seguir você no fluxo de ar que você cria, o que torna quase impossível escapar. É melhor ficar parado", conclui.

  #Entretenimento #Mídia #Curiosidades