Um casal de norte-americanos, do estado da Califórnia, resolveu criar uma campanha para conseguir doações a fim de ajudar sua cachorra de estimação, a qual atende pelo nome de Rexi. De acordo com o relato dos donos do animal, a cadelinha teria nascido com uma deficiência que acabou afetando suas patas dianteiras. Em entrevista para o canal de noticias da rede ABC7, Rachel Woertink, dona do animal, disse que ela e seu marido haviam percebido uma certa diferença nas patas da cachorra já nos primeiros dias de vida do animal.

Segundo contou Rachel, a cachorrinha mancava muito ao caminhar, foi então que ela resolveu levá-la ao veterinário para investigar o caso.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, após a primeira visita, Rexi perdeu totalmente os movimentos nas patas dianteiras, onde teria retornado para casa diagnosticada com grave problema neurológico. Na ocasião, um dos veterinários havia lhes dito que talvez a cachorra deveria ser sacrificada, contou James Cassity esposo de Rachel. De acordo com James, Rexi é como se fosse uma filha para o casal que não teve filhos.

Atualmente, a cachorra se locomove apoiada nas patas traseiras apoiando se no peito. Após passar um ano à procura de uma alternativa que pudesse auxiliar Rexi andar novamente. O casal, James e Rachel tentaram adaptar uma cadeira de rodas na patas dianteiras da cadela, infelizmente, a ideia  acabou não dando certo. Foi então que resolveram criar uma campanha no site GoFundeMe, visando arrecadar em torno de 20 mil dólares.

Publicidade

Até o momento, o casal já teria arrecadado o montante referente a US$19 mil, vindos de 630 pessoas diferentes. Os donos de Rexi afirmam que o valor arrecadado será administrado para cuidá-la da melhor forma possível. Em um comunicado postado no Facebook, eles agradeceram as doações e esperam que o dinheiro possa ser utilizado para fazer Rexi voltar a andar, ou corrigir suas patas.

Nós a adoramos e desejamos o melhor para ela, descreveu o casal em sua página no Facebook. Informações dão conta de que eles  estariam  recebendo apoio do profissional em próteses, Alex Freire, o qual está desenvolvendo um projeto que ajudará Rexi a caminhar. Definitivamente, essa foi a única solução encontrada. Uma vez que Rexi não pode caminhar usando as patas da frente. #reino animal #Entretenimento #Curiosidades