Duas mulheres canadenses foram detidas no porto de Vancouver, no Canadá, quando tentavam embarcar em um navio cruzeiro, carregando consigo 90 quilos de cocaína. Atualmente, a mercadoria está avaliada em 75 milhões de reais. Durante a operação policial, as canadenses identificadas como Melina Roberge, 22 anos, e Isabelle Lagace, 28 anos, foram presas juntamente com um comparsa identificado como André Tamine, de 63 anos, que na ocasião carregava os 95 quilos da droga escondidos dentro de uma bolsa de viagem.

Informações dão conta de que o trio já havia viajado para diversos países ao redor do mundo. As duas mulheres também ostentavam uma vida repleta de luxo pelas redes sociais, postando sempre imagens em lugares considerados paradisíacos.

Publicidade
Publicidade

No momento da prisão, elas já estavam a bordo do cruzeiro Sea Princesa, que havia partido do Reino Unido com destino a países como Canadá, passando por outros da América latina com destino final em Sidney, na Austrália.

Os três deverão responder por tráfico internacional de drogas, na qual deverão ser julgados no dia 26 de outubro. Em outro caso semelhante, ocorrido na Austrália, um idoso de 90 anos foi preso pelo mesmo #Crime após ser flagrado carregando consigo em torno de 5 quilos de cocaína. O homem, que teria vindo em um voo da Índia para a Austrália, acabou sendo abordado por policiais no aeroporto de Sidney.

Em seu depoimento à polícia, o dentista aposentado identificado como Victor Twartz, afirmou de que teria sido vítima de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas. Na ocasião, o idoso afirma que teria sido aliciado por membros da quadrilha através de e-mails enviados pedindo para que ele transportasse sabonetes.

Publicidade

Os policiais disseram que a droga estaria misturada em meio a 27 barras do material. Twartz foi obrigado a comparecer em uma audiência no tribunal de Sidney, mas de acordo com o juiz do caso, seu depoimento foi marcado para outubro deste ano. Sendo assim, ele acabou liberado após o pagamento de fiança.

Em outro caso. desta vez registrado no Brasil, um homem foi preso em flagrante no aeroporto de Cumbica, carregando 5 quilos de cocaína. De acordo com agentes da policia federal, o homem carregava o entorpecente dentro de livros para histórias infantis. Na ocasião, o búlgaro de 34 anos que não teve o nome revelado foi preso em flagrante. Ele havia embarcado em Bogotá, na Colômbia, com destino a Zurique, capital da Suíça.

Após fazer uma conexão em Guarulhos, quatro livros de histórias infantis acabaram chamando a atenção dos agentes da Receita Federal, estes por sua vez resolveram inspecionar o material. Após passar por inspeções no aparelho de raio X, os agentes encontraram embalagens de cocaína escondidas no interior dos livros. Em seu depoimento para a Polícia Federal, o homem afirmou que não sabia da existência destes materiais. Ele foi preso em flagrante e deverá responder por trafico internacional de drogas. #tráfico de drogas #Casos de polícia