Os zoológicos desempenham papel importante na preservação de espécies. Populares em todo o mundo, são espaços preparados para abrigar #Animais. Possuem finalidades culturais, educativas e científicas. Além de realizar pesquisas sobre as condições de sobrevivência de espécies seja em cativeiro ou em risco de extinção em seus habitats naturais.

 Muitos críticos consideram uma crueldade mas, todo animal presente em um zoológico não foi introduzido lá por acaso mas, com alguma finalidade específica, principalmente por não poder ser livre na #Natureza. Independente do motivo o ser humano é o principal responsável pela situação.

Publicidade
Publicidade

 No zoológico de Taiz, sul do Iêmen, animais morrem pelo abandono e não recebem alimentação há meses. O estado deplorável desses bichos se justifica pela guerra civil que assola o país do #Oriente Médio desde março de 2.015. A população mesmo está sob demanda de algum tipo de ajuda humanitária (segundo dados da ONU).

 São cerca de 280 animais, entre leões, leopardos árabes raros, linces, hienas, antílopes, cobras, crocodilos, babuínos, corujas, papagaios, emas, falcões e até abutres.

  Encontram-se machucados, falta higienização, medicamentos e, principalmente, a escassez de comida têm levado os animais a enfrentarem condições extremas. Nos últimos meses muitos já morreram. Entre eles o canibalismo se tornou uma solução encontrada pelo instinto animal contra a fome. Famintos, os bichos começaram a comer seus semelhantes e até a se automutilarem.

Publicidade

A situação é tão dramática, que alguns estão matando seus próprios companheiros para sobreviverem, como por exemplo, no caso de um leopardo macho que comeu sua companheira de recinto.

 O grupo de voluntários SOS Zoo and Bear Rescue tem mobilizado todo o mundo para conseguir materiais e pessoas que se disponibilizem a ajudar no tratamento dos animais. Através de campanhas realizadas a ONG tem conseguido que todos animais fossem alimentados e recebessem água. Um dos leões que estava com muitos machucados foi operado por um médico veterinário voluntário. Mas, eles deixam claro que ainda existe um caminho enorme até que seja possível recuperar a saúde e manter os animais.

Por conta de guerra, como no caso do Iêmen, falta de verba ou até mesmo descasos das autoridades públicas, muitos zoológicos enfrentam tragédias e situações precárias.

 O meio ambiente como um todo deve ser tratado e respeitado para garantir a sobrevivência do ser humano e de muitos animais fundamentais para a vida no planeta. Os zoos não podem substituir a preservação mas, devem ser grandes aliados para salvar a biodiversidade, pois podem sensibilizar as pessoas sobre o problema, sendo os únicos locais em que as mesmas têm contato com algumas espécies. Assim se deve a função desses espaços, se as pessoas compreenderem os animais, elas também se envolvem na preservação dos mesmos.