Um #Erro Médico pode causar a morte do paciente ou mesmo trazer sérias sequelas para toda vida. Infelizmente um menino de apenas 3 anos de idade teve sua vida mudada radicalmente por causa de um erro médico.

Segundo o portal de notícias do jornal Extra, o garotinho teve as pernas e sete dedos amputados após sofrer uma queimadura sem maior gravidade. Saibam mais aqui.

Erro médico levou a amputação das pernas e dedos do menino

De acordo com a rede "BBC" de Londres, em julho do ano passado, o menino Reuben, foi levado por sua mãe Lou Harvey-Smith até o Hospital da cidade de Ipswich, por que ele tinha sofrido uma queimadura.

Publicidade
Publicidade

Segundo Lou, a queimadura não foi tão grave e depois de atendido o menino foi liberado.

Porém depois de dois dias, a mãe de Reuben voltou com ele para o hospital pois ele apresentava febre. O garoto foi novamente atendido, mas os médicos disseram que era apenas um quadro de amigdalite, muito comum em crianças. 

Mas Reuben continuou piorando e infelizmente ficou em estado grave. Lou levou o filho para um outro hospital afim de obter uma segunda opinião sobre o quadro de #Saúde do menino, que vinha se deteriorando.

A equipe médica que atendeu Reuben, suspeitou que a criança estava apresentando um quadro infeccioso conhecido como choque tóxico, que é causado por bactérias que entram no organismo através de feridas. Estas bactérias podem ser letais e provavelmente liberaram toxinas venenosas no sangue do menino.

Publicidade

Amputações

Como o diagnóstico do choque tóxico foi feito tardiamente, o estado de saúde de Reuben se tornou crítico e para que sua vida fosse preservada ele precisou passar pelas amputações das duas pernas e de sete dedos.

Segundo a mãe de Reuben ele já se acostumou com sua nova realidade e que assim que se recuperou das amputações, ele disse no auge de sua inocência, ‘os pés ruins já foram, agora traga os novos’”, contou a mãe à “BBC”.

Erro médico reconhecido

As autoridades responsáveis pela saúde na Inglaterra, reconheceram o erro médico e pediram desculpas a Reuben e sua família. Assumindo total responsabilidade pelo caso, está negociando uma indenização com a família do garoto. 

Reuben parece adaptado a sua nova realidade. #Medicina