Embora os objetos voadores não identificados (ovnis/UFOs) possam ser aeronaves secretas, fabricadas por militares ou até mesmo por empresas privadas, cujo os principais objetivos permanecem ocultos da população, entusiastas da teoria extraterrestre acreditam que essas estruturas pertençam a seres de outras galáxias.

Desde o início do ano, diversos objetos voadores anômalos são relatados em todo o território norte-americano. Na maioria das vezes, o governo diz se tratar de foguetes ou de corpos celestes do tipo meteoro.  

Dessa vez, uma esfera luminosa de brilho azul-esverdeado, filmada às 20h30, na última quinta-feira (18), por uma câmera acoplada a um veículo, na comunidade de Tierrasanta, situada na cidade de San Diego, Califórnia (EUA), tem repercutido na imprensa internacional.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do portal de notícias britânico Daily Mail, e da emissora estadunidense local ABC 10News, especialistas não conseguiram identificar a origem do misterioso objeto.

Segundo relatos da emissora Denver 7, o Serviço Meteorológico Nacional não obteve êxito em catalogar a procedência da estrutura luminosa – apesar da hipótese de meteoro não ser descartada.

Ainda que nenhum destroço tenha sido encontrado no solo, o astrônomo responsável pelo Observatório Griffith, Dr. Ed Krupp, acredita que o suposto UFO seja, na verdade, um “brilhante meteoro”.

Porém, ele avalia a impossibilidade de o astro ser um fragmento das famosas ‘chuvas de meteoros’ (Perseidas), que acontece todos os anos entre julho e agosto.

Krupp explica que o ápice da entrada desses corpos celestes na atmosfera terrestre ocorre entre os dias 11 e 12 desse mês – a esfera foi grava no dia 18.

Publicidade

Portanto, é improvável que pertença as Perseidas.   

Visto em vários estados

Segundo a emissora NBC4, além da Califórnia, a Sociedade de Meteoros norte-americana (American Meteor Society), recebeu relatos de indivíduos dos estados do Arizona, Utah e Nevada, sobre o avistamento da brilhante esfera na noite da última quinta-feira.

"Eu vi o meteoro. Era enorme e partiu em três pedaços grandes", disse o telespectador Jonathan, à NBC4.

Outra testemunha, identificada pelo nome Sylvia, escreveu no Twitter ter presenciado a ‘bola de fogo’. Ela conta que o objeto, “de repente apareceu e desapareceu no céu”.

Mesmo que ainda estejamos no mês de agosto, algumas pessoas acreditam que a bola de fogo possa estar associada à chuva de meteoros que ocorre em novembro nos Estados Unidos, em decorrência do cometa Encke. O evento é conhecido como ‘chuva de meteoros Táuridas.

Todavia, não há provas suficientes para corroborar as alegações de que a cena registrada em 18 de agosto esteja relacionada a eventos celestes conhecidos. O enigma permanece.

#Curiosidades #Viral #Internet