Incomodada com as frequentes marcas de cocô e urina espalhadas pela porta e à frente da entrada do apartamento, situado no Japão, uma mulher identificada apenas pelo nome Yang, instalou câmera de vigilância no corredor do edifício, com objetivo de registrar o autor da ‘travessura’.

Porém, a japonesa levou um susto ao chegar em casa e analisar a gravação. Ao invés de uma pessoa ‘normal’, a câmera capturou um sujeito de aparência fantasmagórica, trajado com um tipo de vestido característico de figuras de filmes de terror japonês, além de uma máscara e peruca similar ao cabelo da personagem Samara, do filme O Grito.

De acordo com as recentes informações do jornal britânico Daily Mirror, a vítima, que filmou a atuação da enigmática ‘entidade’ durante vários dias, encaminhou as inusitadas cenas à polícia, que está à caça do ‘fantasma’.

Publicidade
Publicidade

Embora o jornal não tenha revelado a cidade do acontecimento, ele enfatiza que a mulher tem sido alvo de repetidas investidas do enigmático ser.

Outro aspecto intrigante da forma de atuação do marginal, percebido pelas autoridades do país, diz respeito ao fato dele usar sacos plásticos nos pés – para não revelar a marca do calçado. Apesar da identidade da ‘assombração’ continuar um mistério, Yang acredita que a atitude pode ser motivada devido a um “grande mal-entendido”.

Segundo ela, o local em que reside começou a ser ‘batizado’ com fezes e urina em janeiro desse ano, quando se deparou com um bilhete à frente da porta do seu apartamento. O conteúdo da carta acusava a mulher de ter dissolvido a família de outra pessoa. Os motivos que desencadearam a intriga entre esses familiares são desconhecidos.

Publicidade

Ainda que seja impossível detectar se o fanfarrão é homem ou mulher, a vítima acredita que um indivíduo do sexo masculino esteja por trás da inexpressiva máscara. Yang revela que durante esses sete meses tem se deparado com excrementos humanos na porta de casa.

Depois da décima terceira vez em que a entrada de sua morada foi violada com os ‘resíduos’, a japonesa resolveu filmar e acabou flagrando as bizarras imagens, que poderão ser observadas no final desta redação.

Entretanto, o fato da polícia investigar a ação do sujeito parece não intimidar o delinquente. Pouco tempo após a denúncia, ele fez uma última aparição, em 25 de julho. Na ocasião, até a câmera de vigilância foi vandalizada.

No momento, a polícia não identificou o rosto por trás da ‘aparição’. Também chama atenção o fato do indivíduo conseguir transitar num edifício trajado com máscara e roupas fantasmagóricas, sem ser notado pelos moradores. Talvez ele resida no prédio. Ou, quem sabe, talvez seja mesmo um fantasma.

#Mídia #Curiosidades #Internet