Quando é necessário lutar pela vida, ou quando passamos por situações onde quase a perdemos, cada pequeno instante da vida passa a ser comemorado com mais intensidade. A fase em que os filhos vão para a escola, por si só, já é um marco na vida da criança e dos familiares, e é muito mais importante quando essas crianças tinham um diagnóstico de não sobreviver ao nascimento.

Duas irmãs gêmeas #siamesas, que segundo os médicos tinham uma chance pequena de sobreviver, iniciarão na escolinha no próximo mês de setembro e essa é uma grande alegria para a família das pequenas Rosie e Ruby Formosa, de 4 anos de idade. 

As irmãs nasceram grudadas pelo abdome e tinham apenas um intestino, sendo compartilhado pelas duas, e foram submetidas a uma cirurgia assim que nasceram, contrariando as previsões médicas.

Publicidade
Publicidade

A família mora em Bexleyheath, em Kent, na Inglaterra, e seus pais, Daniel Formosa e Angela Formosa, afirmaram ao 'Huffington Post', que estão radiantes com essa conquista das filhas. 

Angela lembra há quatro anos, quando sequer imaginava viver esse momento. Ela conta que quando engravidou, achava que nunca teria esse primeiro dia de escola das meninas e que estar vivendo isso é incrível.

Daniel e Angela já tinham uma filha quando engravidaram das meninas e só descobriram que elas eram #Gêmeas siamesas quando a mulher estava com 16 semanas de gravidez. Ela relembra que ficou muito assustada com a notícia e com as informações dos médicos, de que provavelmente elas não sobreviveriam, morreriam na gestação ou na cirurgia.

De acordo com o cirurgião pediátrico, Paolo De Coppi, que já fez o tratamento de 27 pares de gêmeos siameses no Great Ormond Street Hospital, que fica em Londres, lugar onde as irmãs foram operadas, essa é uma grande alegria, ver que as meninas estão levando uma vida normal.

Publicidade

Ele relatou que todos estão muito contentes e satisfeitos de verem Rosie e Ruby iniciarem a escola no mês de setembro e que é sempre uma grande felicidade ser testemunha do progresso dos pacientes e saber que eles estão alcançando novos marcos e que é isso que torna o trabalho que realizam mais gratificante ainda.

Que essa seja apenas mais uma das grandes conquistas que as irmãs alcançarão em suas vidas.  #superação