Um homem irlandês estava passando ##Férias com sua família, em Maiorca, quando o impensável aconteceu. Por ser confundido com uma outra pessoa, Trevor O'Neil se viu envolvido em uma tremenda confusão entre duas famílias rivais e acabou sendo o alvo de um ataque brutal. Bem na frente da mulher e dos filhos, o irlandês foi baleado por quatro vezes, na rua. A ambulância demorou e o homem acabou por não resistir  aos graves ferimentos que sofrera minutos antes, em um ##Crime chocante, na ##Europa

Para a polícia, que já escutou algumas testemunhas-chave, o homem poderia ter sido confundido com um outro, de Dublin, com quem seria muito parecido.

Publicidade
Publicidade

Algumas testemunhas escutaram o alegado assassino, falando sobre o crime que se estava preparando para cometer, em um bar. Nesse momento, as testemunhas teriam percebido que a discussão estava relacionada com divergências sérias entre duas famílias irlandesas. 

O azar de Trevor O'Neil foi ser parecido com o outro homem, que pertenceria a um gang irlandês. Sem grandes questões, os assassinos teriam parado o homem na rua, atirando nas suas costas por quatro vezes. No local, estava também a sua mulher, que assistiu a tudo e ainda um dos três filhos, um menino de sete anos, que viu o pai ser baleado mortalmente bem na sua frente. 

Gritos e gente correndo deram o sinal de que algo de errado se estava passando. No local, perto de um supermercado, estavam vários irlandeses, que estavam de férias nessa ilha espanhola e ficaram assistindo para essa confusão.

Publicidade

A ambulância teria demorado 25 minutos e, de acordo com uma pessoa que assistiu a tudo no local, Trevor ficou gemendo com dor, caído no chão. Antes mesmo da ambulância chegar, a polícia ficou tentando algumas manobras de reanimação e fazendo massagem cardíaca. 

No entanto, quando Trevor seguiu para o hospital, poucos acreditavam que ele iria conseguir se recuperar. E, na verdade, o homem, que foi vítima de um terrível engano, acabou mesmo morrendo, depois de ser atingido com quatro tiros, na frente da família, durante umas férias, que deveriam ser de sonho mas acabaram virando um pesadelo. 

A polícia vai continuar investigando esse crime, mas acreditando, para já, que o homem foi confundido com um criminoso.