Mbah Gotho, da ##Indonésia, reclama ser o "homem mais velho do mundo". De acordo com um documento, que está legitimado pelas autoridades oficiais locais, o homem nasceu no dia 31 de dezembro de 1870 e tem agora 145 anos. Apesar de sua longevidade, o homem não está assim tão feliz por isso. Todos os seus dez irmãos já morreram faz tempo e a última de suas quatro esposas morreu em 1988. Também os filhos já faleceram e Mbah vive com um neto, bisnetos e trinetos mas contou para a imprensa da Indonésia que tudo o que deseja é morrer. 

"Eu só quero morrer"

Com 145 anos, Mbah Gotho conta que já viveu muito e que já se sente cansado.

Publicidade
Publicidade

"Eu só queria morrer", contou para o jornal Liputan 6. Nos últimos três meses, seu estado de saúde enfraqueceu e já precisa de ajuda para comer e tomar banho. Mais uma razão que faz com que esse homem não queira estar dando trabalho para o neto e para a família dele. 

O neto sabe da vontade do avô e sente que ele está preparado para a ##Morte já há algum tempo e tem até já uma lápide preparada. "A lápide está feita desde 1992", contou o neto Suryanto, mostrando que o avô vem se preparando para morrer há 24 anos. Também o lugar da sepultura já está preparado, junto dos seus filhos, que já morreram bem antes. 

Questionado sobre qual o segredo para viver tantos anos, Mbah não tem dúvidas: "A receita é apenas a paciência". 

Será mesmo o homem mais velho do mundo?

Apesar de na Indonésia se falar que este é o homem mais velho do mundo e de ele ter um documento comprovando, nenhuma autoridade independente esteve ainda analisando a veracidade desse documento.

Publicidade

Enquanto isso não acontece, Mbah se junta a uma lista de outros homens mais velhos ainda, mas que não têm seus recordes legitimados por nenhuma entidade mais influente. Geralmente, são as próprias localidades ou países provando a idade das pessoas, com documentos que levantam algumas dúvidas. 

Na África, existem dois casos semelhantes ao de Mbah, mas com homens que reclamam ser ainda mais velhos do que o indonésio. James Olofintuyi, da Nigéria, diz ter 171 anos, e Dhaqabo Ebba, da Etiópia, diz ter 163 anos. No entanto, seus registros não entram para os recordes, por não estarem comprovados oficialmente. 

E o leitor, o que pensa disso? Será mesmo verdade e eles serão mesmo assim tão velhos? Deixe sua opinião!