Uma história triste de dois velhinhos, moradores de um asilo no Canadá, deixou o #Mundo comovido, na tarde desta quinta-feira, dia 25 de agosto. Wolf e Ania GottSchalk completaram, neste ano, 62 primaveram juntos. A promessa que os dois fizeram - viver juntos até que a morte os separasse - estava sendo cumprida até que um terrível fato mudasse os rumos de ambos: nenhum asilo em Surrey, cidade do Estado de Vancuver, onde eles moram, ofereceu vaga para os dois. A história viralizou por conta de um post no Facebook e mostrou que o amor não tem barreiras de idade, tempo e nem incapacidade.

O post conta, atualmente, com mais de 3500 compartilhamentos e cetenas de milhares de curtidas vindas de todo o mundo.

Publicidade
Publicidade

Quem escreveu o texto foi Ashley Kaila, neta do casal de #Idosos que hoje moram em asilos separados. Os dois precisaram dar "adeus" há oito meses por falta de vagas. Asheley ficou indignada com a situação, pois os dois avós choravam muito de saudades ao se reencontrarem e demonstravam o imenso amor que tinham um pelo outro. Em seu texto, em inglês, ela pede:

"Esta é a foto mais triste que eu já tirei na vida. Vocêm podem ver meus avós se acabando em lágrimas! Mas por quê? Depois de 62 anos juntos, eles foram separados e, todas as vezes que se veem, caem no choro", disse em seu post no Facebook.

Muitos brasileiros decidiram se mobilizar no post de Ashley. Alguns perguntaram o que poderiam fazer para ajudar e outros insistiram em fazer um pedido às autoridades locais para que o casal de idosos possa morar sozinho no asilo.

Publicidade

A neta ainda não respondeu as mensagens oficialmente.

Doenças graves

Uma das reclamações no post da jovem é do sistema de saúde de Vancouver, que "abandona" os mais velhos com o passar do tempo, mesmo tendo contribuído com sua força de trabalho e capacidade física. Uma das causas da mudança de endereço dos avós é que cada um precisava de cuidados médicos específicos. O avô dela está com câncer.

"Sua demência está mais forte a cada dia, mas ele não esqueceu da minha avó... Ainda", diz, emocionada.

Um dos maiores medos de Ashley é que seu avô esqueça dela, pois moram separados. Uma das estratégias para mantê-los conectados é levá-los para se encontrar todos os dias. A viagem entre um asilo e o outro é de 30 minutos.

Atualmente, Wolf encontra-se em uma lista de espera para ser transferido para o asilo em que mora sua esposa. Contudo, até agora, não chegou sua vez e nem há previsão para a mudança. #Curiosidades