Na Itália um novo tremor de magnitude 4,3 voltou a impactar a região central do país nesta quinta-feira (25) resultando em novos desmoronamentos, de acordo com a Associated Press. Em Amatrice, um dos maiores alvos do #Terremoto de quarta-feira (24), houve mais pânicos entre os moradores devido a um desabamento parcial.

De acordo com as últimas informações publicadas pelas autoridades, centenas de pessoas ainda não foram localizadas e 250 pessoas perderam suas vidas neste terrível terremoto, informou o prefeito da cidade. A defesa Civil divulgou um balanço informando que 270 pessoas estão em hospitais da região e aproximadamente 1,2 mil perderam suas casas.

Publicidade
Publicidade

Foi informada pela agência Efe que a frente do prédio que veio abaixo nesta manhã fica próxima a uma estalagem temporária das vítimas dos tremores de quarta, no parque de Amatrice. Segundo informações, o mais recente tremor foi anotado às 14h36 (horário local, 9h36 em Brasília).

Buscas

Há um trabalho incessante na busca por sobreviventes no qual mais de 4,3 mil trabalhadores se esforçam dia e noite para encontrar as vítimas. Nos locais onde ocorreram os maiores desabamentos o pessoal conta com a ajuda de escavadeiras, no entanto, nos locais de difícil acesso, bombeiros e socorristas não têm outra opção a não ser usar as próprias mãos na tentativa desesperada de alcançarem possíveis sobreviventes. As equipes de resgate ainda sofrem com a temperatura que está abaixo dos 10 graus, mesmo assim as buscas seguem sem tempo determinado para acabar.

Publicidade

O grande número de mortos ainda pode ficar maior segundo a Defesa Civil, já que centenas de pessoas ainda não foram localizadas. Segundo informações do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores), não há informações de brasileiros entre as vítimas.

Turistas

A localidade atingida pelo terremoto, a apenas 160 quilômetros de Roma, é um lugar de passagem de turistas, o que deixam a todos ainda mais temerosos devido a possibilidade de mortos de várias nacionalidades.

Há uma enorme preocupação pelas vidas dos hóspedes do célebre e também histórico Hotel Roma de Amatrice, que no momento da #Tragédia estava com ocupação total devido a uma tradicional festa em homenagem à criação há 50 anos de uma receita conhecidíssima de spaghetti à matriciana, segundo a France Presse #Blasting News Brasil