Um casal improvável. Monica Mares tem 36 anos e namora Celeb Peterson, de 19 anos. Os 17 anos de diferença não são o maior problema que o casal enfrenta. Acredite, se quiser, mas os dois são mãe e filho e estão revoltando a cidade do Novo México, nos Estados Unidos. Além de manterem o relacionamento, os dois agora lutam na Justiça para que sua união seja reconhecida pelo governo americano. A informação ganhou grande repercussão no programa 'Domingo Verdade' e postada no site da RedeTV! nesta quarta-feira, 10. 

O portal repercute informações do portal inglês Daily Mail. Monica pariu seu filho muito nova. Ela tinha apenas dezesseis anos quando colocou o filho para a adoção.

Publicidade
Publicidade

Muitos anos depois, entretanto, houve o reencontro. Naquele momento, no entanto, o afeto entre mãe e filho foi superado por um sentimento muito maior. Os dois decidiram que deveriam ser homem e mulher juntos. 

Em entrevista ao site inglês, a dona de casa disse que deu a mão para o filho e os dois acabaram dando um longo beijo. O beijo, é claro, foi levando a outras coisas, como um relacionamento sexual. O tabloide britânico é especialista em encontrar histórias surreais, que acabam repercutindo em todo o planeta. Ela disse que sentia um sentimento diferente, como se tivesse conhecido um homem novo em sua vida. Por isso, ela confessa que o que tem pelo filho é um amor muito grande, mas não de mãe, mas sim de amante. "Estou apaixonada por ele", disse ele. 

A mulher, no entanto, confessa que isso ocorreu porque não conhecia Caleb e não o criou.

Publicidade

Ela informa que acredita que se tivesse criado o filho o sentimento seria outro. O afeto dos dois é tão grande que até o ex-marido de Monica acaba aprovando a relação. O homem que é pai de dois dos nove filhos da dona de casa disse que o governo deveria apoiar o casal oficialmente. "Eu os apoio. Gostaria que o governo parasse de se meter na vida deles e deixasse eles viverem suas vidas normalmente", explicou ele na entrevista. 

Eles estão agora acusados de incesta e podem pagar multa de quase R$ 16 mil, além de ficarem presos por um ano e meio.  #Crime