Segundo informações do jornal Birmingham Mail, uma jovem de 22 anos afirma ter sido abusada sexualmente por pedófilos, dos 13 aos 15 anos. Diferente da maioria dos casos, onde as vítimas afirmam ser abusadas uma única vez por um único agressor, o caso da garota, que não teve o nome revelado, acabou surpreendendo as autoridades locais. Segundo o relato da vítima, ela afirma que foi molestada, em média, por 137 molestadores diferentes. 

Ainda, de acordo com informações, o caso só veio à tona, após seu perfil ser divulgado num site de relacionamentos sem sua autorização. Segundo relatos da vítima, a maioria dos estupros teriam acontecido na cidade de Birmingham, na Inglaterra, num período de dois anos.

Publicidade
Publicidade

Ainda, de acordo com informações do Birmingham, a mulher conta que, na época do estupro, conheceu Lan McGlasson pela internet. Durante um bate-papo com a garota, ele teria se apresentado com um representante do conselho tutelar infantil. Na ocasião, queria um marcar um encontro com a garota, a qual acabou aceitando o convite.

Segundo informações, o local do encontro foi em uma cafeteria próxima ao colégio onde a jovem estudava. A jovem conta que, em um momento oportuno, Lan havia colocado um sonífero no café dela, qu acabou desmaiando e teve que ser levada por ele para um hotel. Na época, ele havia se desculpado pelo ocorrido prometendo que aquilo não iria mais acontecer. Com tal promessa, a garota continuou acreditando no homem.

Dias depois, houve um segundo encontro e, na ocasião, Lan voltou a praticar o mesmo do primeiro encontro.

Publicidade

Desta vez, a vítima teria acordado em cima de uma cama com as mãos e pés amarrados. Após ser dominada psicologicamente pelo pedófilo, a garota ainda teria sido apresentada para o casal de William Hanna e Dianna Whitehouse. Além destes, ela também afirma ter sido molestada por centenas de molestadores, mas muitos acabaram não tendo seus nomes revelados.

O caso só foi descoberto graças a sua mãe que, na época, havia desconfiado do comportamento da menina e das frequentes conversas da filha com Lan, o qual se dizia ser namorado da vítima. Foi aí que, após monitorar as conversas da filha com o suspeito, que a mãe teria descoberto o #Crime e resolveu denunciar o caso para polícia.

De acordo com informações das autoridades policiais, dos 137 acusados por #Pedofilia, apenas William, Dianne e Lan foram indiciados em 2013. Os três foram julgados e condenados a 19 anos de prisão. Com o decorrer das investigações, outros dois suspeitos suicidaram-se após serem descobertos. A prisão de apenas três pessoas acabou deixando as vítimas completamente indignadas.

Publicidade

A mulher conta que repassou todos os nomes aos policiais, inclusive placas de veículos e locais de trabalho. As autoridades responsáveis pelo caso afirmam que aquilo que havia acontecido com a vítima seria uma coisa muito complexa. E, por tal motivo, decidiram focar as investigações apenas nos três principais envolvidos e em mais alguns nomes. Segundo a polícia de Birmingham, as investigações continuam em andamento, mas em segredo de Justiça. #Casos de polícia