Foi comprovada a primeira #Morte no país esse ano relacionado ao game que se transformou em uma febre mundial. Um caminhoneiro japonês, que estava interagido ao game durante o tempo em que estava dirigindo, atropelou duas mulheres e uma delas não resistiu aos graves ferimentos e morreu.

Segundo a polícia da região de Tokushima, o motorista realmente reconheceu que estava distraído pelo game quando ocorreu a tragédia, após ser preso por inadvertência na condução do veículo na tarde dessa quarta-feira (24).

O motorista ainda está sob detenção e será investigado quanto ao caso. Ainda não se têm qualquer tipo de decisão para avançar ou não como uma queixa formal, afirmou um porta-voz da polícia.

Publicidade
Publicidade

De acordo com um porta-voz da Niantic, ligada à Nintendo, desenvolvedora do game que é sucesso no mundo em parceria com a Pokémon Company, a empresa criou uma mensagem de alerta, que aparece na tela do jogo para os usuários, detectando aumento de velocidade e pedindo para o jogador conectado confirmar que não está conduzindo qualquer tipo de veículo.

Um portal-voz da Nintendo ofereceu seus pêsames à família da pedestre morta.

Familiares da jovem morta colocaram, nesta tarde de quarta-feira(24), flores no local onde aconteceu o acidente com as duas mulheres.

É um simples game de smartphones, #Pokémon Go, têm distraído milhares de pessoas no mundo, com a facilidade de distração e locomoção até locais públicos e parques para caçar os personagens. O game tem uma super tecnologia de realidade aumentada diferenciada de outros jogos.

Publicidade

Ele usa o GPS do smartphone no qual o game está instalado. Através de um mapa em tempo real consegue mover pessoas pelo mundo para a caça dos pequenos monstros virtuais como o Pikachu e Jigglypuff, em lugares perto da localização do telefone e após a caça treinam-os para lutar uns contra os outros em determinados campos de combate.

Além de toda a diversão que o game transmite, Pokémon Go também têm dado muita dor de cabeça e tem sido considerado culpado por casos de assaltos e acidentes com pessoas distraídas no aplicativo.