O caso aconteceu em julho, mas só foi divulgado agora. A fim de cumprir seu dever como policial, o sargento Jason Short chegou a quebrar o vidro de um carro na tentativa de resgatar uma suposta criança, a qual havia sido esquecida no banco de trás do veículo. Após remover a criança de dentro do automóvel, ele percebeu que a menina não estava respirando. Então tentou reanimar a criança utilizando-se de respiração boca a boca. Minutos mais tarde, havia percebido de que a criança tratava-se de uma boneca.

Em entrevista para a emissora WMUR, o policial conta que a criança parecia estar sem vida. Mas ao abrir sua boca notou que ela era resistente, diferente da boca de um criança normal.

Publicidade
Publicidade

Foi então que percebeu que a menina tratava-se de uma boneca. O caso havia acontecido na cidade de Keene, no estado de New Hampshire, nos Estados Unidos.

De acordo com informações, no dia 23 de julho, uma testemunha avisou a polícia avisando de que uma criança estaria presa dentro de um carro estacionado no pátio de um supermercado.

De acordo com a reportagem da WMUR, a boneca hiper-realista é fabricada pela empresa Carolynne Seiffert, a qual possui mais de 40 modelos semelhantes à boneca resgatada. Segundo a fabricante, cada brinquedo destes custa em média 2 mil dólares (em torno de 6 mil reais). Em entrevista para a WMUR, a proprietária da boneca conta que resolveu adquirir o brinquedo para poder superar o trauma da perda do filho. Ela conta que jamais pensou em passar por tal constrangimento diante da situação embaraçosa.

Publicidade

Após o incidente, o policial que atendeu a chamada afirmou que não poderia deixar uma criança morrer asfixiada. Ele ainda conta que jamais pudesse imaginar que aquela criança se tratava de um brinquedo. Concluindo sua entrevista, o policial sugeriu às pessoas que costumam carregar este tipo de brinquedo junto consigo, no banco traseiro do carro, que levem a boneca junto consigo em lojas e supermercados, ou então que deixem suas bonecas guardadas em casa. Segundo ele, este tipo de confusão pode atrapalhar o trabalho da polícia, prejudicando a quem realmente precisa de ajuda naquele exato momento. #Entretenimento #Curiosidades #Casos de polícia