O amor muitas vezes tem formas estranhas de se caracterizar. Que o diga um rapaz de apenas dezessete anos da capital mexicana, a Cidade do México. Aliás, ele já não pode dizer nada. O discípulo novato do amor, identificado como Julio Macias Gonzalez, estava animadão com o novo namoro, até que padeceu justamente por causa dele. Isso porque segundo informações do portal Metropole em reportagem publicada neste sábado, 27, ele levou um chupão fatal no pescoço. Este tipo de beijo que suga a pele é bem comum e costuma virar motivo de piada a quem não consegue esconder as marcas que ele deixa. No calor das emoções, em especial na relação sexual, muitos namorados acabam exagerando na hora de demonstrar o amor. 

Foi isso o que aconteceu com a namorada de Julio Macias Gonzalez.

Publicidade
Publicidade

A moça deu um chupão tão forte no rapaz que horas depois ele morreu. Segundo informações, o namorado já tinha voltado para casa depois da relação íntima com o chupão, quando tudo aconteceu. Ainda deu tempo da vítima se sentar à mesa com a família e conversar. Bastou começar a comer para o pior acontecer. O adolescente teve fortes convulsões, assustando a todos que estavam a sua volta. A partir daí, começou uma luta contra a morte, mas essa infelizmente superou todos os esforços, fazendo o caso ter repercussão internacional devido ao que motivou o falecimento. 

A emergência da saúde mexicana foi chamada pelos pais do rapaz. O garoto ainda chegou a ser levado para o hospital mais próximo. No entanto, já na unidade de prevenção ao mal e de tentativa de reparação do perigo, o jovem morreu. Segundo os médicos, o chupão foi o que deu início à causa da morte, pois foi muito forte.

Publicidade

A intensidade do beijo fatal foi tão grande que ele acabou criando um coágulo na região. Esse coágulo foi levado pela corrente sanguínea até o cérebro, causando um derrame.

Os pais do jovem acusam a menina que chupou o pescoço do filho pela morte dela. A jovem está desaparecida. Segundo os pais do falecido, ela sumiu para evitar uma possível prisão. A moça tem 24 anos e não teve o nome identificado.  #Crime