Essa é mais uma daquelas histórias que não entendemos o porquê delas acontecerem. Principalmente quando não se tem um final feliz.

Song, um motorista de ônibus chinês, de 42 anos, que trabalhava numa empresa de ônibus da cidade de Putain City, na China, foi trabalhar como todos os dias fazia. De maneira repentina, ele passa mal e tem um ataque cardíaco enquanto dirigia, e morre ao volante.

Destino cruel

Song, que há pouco tempo tinha passado por exames médicos, dirigia o ônibus em que trabalhava, na manhã desta terça-feira, dia 16 de agosto, durante o trajeto que fazia todos os dias e, de forma surpreendente, ele passa mal e subitamente desmaia ao volante.

Publicidade
Publicidade

Neste momento, gera um pânico nos passageiros do veículo que está em pleno movimento. Câmeras captam a movimentação dentro e fora do ônibus. O veículo bate numa proteção e vai para o lado oposto da pista.  Dá para ver, no vídeo, o momento em que um dos passageiros se aproxima do motorista, segura Song e pisa no freio na tentativa de para o veículo. Outra passageira então se aproxima para ajudar também e vai à ignição para desligar o motor do ônibus, evitando um acidente de trânsito.

Em seguida, outros passageiros se aproximam e se aglomeram para retirar o motorista de trás do volante, eles retiram Song e o colocam no corredor do coletivo, começando, assim, uma tentativa de reanimação do motorista. O socorro especializado já havia sido chamado, mas os passageiros tentaram dar os primeiros socorros.

Publicidade

Na sequência, das imagens, já aparecem os socorristas reanimando Song, usando suas técnicas para salvar sua vida, mas, infelizmente, sem sucesso. O motorista teria tido um ataque fulminante que o levou a óbito em pouquíssimo tempo. Não deu tempo nem de levá-lo a um hospital.

O que era para ser um trajeto de ônibus normal, como todos os outros dias, acabou sendo interrompido por uma fatalidade. Um trabalhador morto, muitos chocados e uma família inteira dilacerada pela perda de seu ente querido. A vida tem dessas trágicas situações.

Relatos de funcionários

Segundo funcionários da empresa de ônibus em que Song trabalhava, o motorista havia passado por todos os  critérios de avaliação antes de começar a trabalhar.  Era um homem de aparência saudável, e, mesmo assim, Song teria passado recentemente por exames médicos que foram realizados no mês de junho deste ano, que comprovaram que ele era apto para exercer a função.

Segundo ainda seus colegas de trabalho, Song era nativo da província de Hubei, na China. Não se tem mais informações sobre o ocorrido nem sobre seus parentes e familiares, e onde aconteceu a realização do sepultamento de Song.

Assista no vídeo o momento em que Song passa mal:

#Crime #Casos de polícia