Uma mulher deformada virou matéria desta quinta-feira, 29, no portal R7. A reportagem dá detalhes estranhos que teriam ocorrido com ela. Um vídeo publicado pelo tabloide inglês 'Daily Mail' dá pistas do que teria acontecido. Na publicação, que acabou sendo compartilhada incessantemente pelas redes sociais da China, a vítima aparece muito machucada e sangrando. Em algumas fotos que também bombardearam as redes sociais, a mulher está com o rosto completamente revoltado. Ao que se sabe, o ator horrendo que aconteceu com ela foi motivado por uma esposa muito revoltada. Oficialmente, no entanto, não há uma certeza do que possa fazer uma bela mulher ter ido parar na sarjeta de maneira tão dura e incompreensível. 

Certo mesmo é que quem agrediu a chinesa foi bastante cruel.

Publicidade
Publicidade

Fontes entrevistadas pelo Daily Mail dizem que uma mulher traída, não aguentando mais a amante em sua vida, decidiu contratar quatro capangas para meter uma surra nela. Os homens aceitaram o serviço, teriam sido muito bem pagos para isso e quase assassinaram a mulher, que dizem as más línguas jamais conseguirá ficar com outro homem, já que o seu rosto foi completamente desfigurado. Após o linchamento, a suposta amante foi jogada na rua. Com vergonha, ela teria tentado se esconder no meio de um jardim. Não foi o suficiente, já que logo ela foi avistada por pessoas que passavam na rua e ficaram horrorizadas. 

Nas imagens que chegaram até mesmo ao Brasil, a mulher que apanhou muito parece realmente muito confusa. Um homem tenta ajudá-la, mas ela não aceita qualquer tipo de apoio, mesmo estando muito machucada.

Publicidade

Em seguida, ela pega o telefone celular e liga para alguém, provavelmente solicitando socorro. Mesmo com a mulher não aceitando qualquer apoio dos transeuntes, esses ligaram para a polícia. Os agentes da lei chegaram até ao local, mas a suposta amante não quis falar sobre o que teria acontecido com ela. Mesmo assim, a Polícia chinesa já disse que, devido a estranheza dos fatos, vai sim abrir uma investigação sobre o caso.  #Crime #Investigação Criminal