Pamela Gower, de 49 anos, morreu quando estava saltando de paraquedas. A mulher, que sofria de #Nanismo, adorava essas aventuras e saltar de paraquedas era uma das suas atividades favoritas. De acordo com a família, a anã viveu sempre no limite e foi assim que morreu, quando estava saltando. Semanas antes, a mulher recebeu equipamento especial para poder saltar, mas o paraquedas não abriu bem e a mulher acabou caindo, morrendo pouco depois. 

Pamela ainda foi levada para o hospital, mas acabou por não resistir aos graves ferimentos. A sua morte foi declarada pouco tempo depois de chegar no hospital. A família está prestando um tributo para essa mulher, que apesar de seus problemas, gostava de viver uma vida normalmente.

Publicidade
Publicidade

Nas redes sociais, gostava de mostrar um pouco mais de si e se anunciava como uma amante de paraquedismo. Sem estranheza, fazia de tudo para concretizar os seus sonhos. 

Um primo de Pamela disse que a anã viveu uma vida "por inteiro" e que morreu "fazendo o que mais amava". Apesar de entenderem a paixão de Pamela pela "aventura", a família está se mostrando emocionada nas despedidas da sua ente querida. Pamela estava fazendo um salto, para o qual recebeu permissão e equipamento especial. No entanto, tudo correu mal, por um erro no paraquedas. 

Foi a própria associação britânica de paraquedismo que deu uma autorização especial para Pamela poder saltar e cumprir o seu sonho. Por ser anã, Pamela precisava que seu equipamento de salto fosse modificado, por causa dos diferentes tamanhos. A permissão chegou em junho e o salto foi agendado para setembro.

Publicidade

Com tudo pronto, a mulher se encheu de coragem para tentar o seu salto. 

Em uma de suas últimas publicações no Facebook, Pamela tinha partilhado que mal podia esperar "pelo próximo salto". Esse salto chegou, mas uma falha no paraquedas impediu que a mulher aterrasse em segurança, na terra. Pamela caiu de uma altura de 15.000 pés em um parque, não resistindo aos ferimentos. 

Vai ser aberta uma investigação para esse caso, que está sendo descrito, pela polícia, como um "trágico incidente", nesse que foi o primeiro salto de Pamela no Reino Unido. A anã já tinha feito outros saltos, mas fora do país.  #Tragédia #Saúde