De acordo com informações do canal de notícias ABC News, uma cachorra da raça pastor alemão, que atende pelo nome de Rylee, teria caído acidentalmente em meio a um lago Michigan, nos Estados Unidos, enquanto fazia um passeio de barco com seus donos. De acordo com o proprietário do barco, Edward Casas, de 56 anos, ele contou que, no momento do incidente, sua esposa Kristine Cases, 49 anos, teria lhe notificado de uma pane no motor da embarcação.

Edward então parou o barco para verificar o problema. Ele acredita que, neste momento, a cachorra acabou se desequilibrando da embarcação, vindo a cair na água sem que ninguém percebesse.

Publicidade
Publicidade

Ausentes por mais de dez minutos devido ao problema, o casal conta que, após o conserto, teriam dado por falta do animal. Desde então, começaram a procurar e chamar por Rylee, mas não a encontraram, nem no barco e nem na água. Pensando no pior, foram embora muito chateados com a perda. De acordo com o casal, no momento do incidente, o barco estaria a 10 quilômetros da costa.

Na ocasião, Edward ainda teria emitido um pedido de ajuda via rádio, avisando de que havia um cachorro da raça pastor alemão, perdido em alto mar. Um pescador local logo respondeu ao chamado e fez questão de colocar Edward em contato com Lynn Fiedor, veterinária que trabalha como voluntária para uma ONG protetora de animais perdidos. De acordo com Lynn, ela acreditava de que o animal conseguiria nadar até a costa sem maiores problemas, uma vez que a cachorra estava sendo treinada para atuar em busca e salvamento.

Publicidade

A fim de ajudar o casal a encontrar a cachorra Rylee, Lynn teria avisado os moradores ribeirinhos de que uma cachorra estaria perdida na região. O caso teria ocorrido no último domingo (28). Na segunda-feira (29), uma moradora local avisou Lynn de que teria avistado um cachorra próxima a um acampamento, 20 quilômetros distante da costa. Após serem notificados, Edward e a esposa, foram até o local informado e lá teriam encontrado Rylee meio desorientada em meio a uma região de mata fechada. Após o reencontro, os três fizeram uma tremenda festa em meio a floresta.

Muito emocionado, Edward afirma que não é do tipo de homem que chora por qualquer coisa, mas fez questão de chorar orgulhoso da cachorra e muito agradecido por Lynn ter se empenhado na procura pelo animal. #Entretenimento #Curiosidades