A comunidade espacial de Huntsville, nos Estados Unidos da América, está em estado de choque. Um bebê foi encontrado sem vida dentro de um carro, no parque de estacionamento de um dos mais importantes centros da #Nasa, o Marshall, que fica no estado do Alabama. A investigação está já decorrendo mas, ao que tudo indica, o bebê é filho de um dos trabalhadores da NASA. O homem teria se esquecido do menino no carro, durante todo o dia de trabalho. 

O bebê tinha apenas sete meses, mas, para proteção da privacidade da família, a identidade da vítima não está sendo revelada. O FBI está tomando conta do caso e a NASA apenas fez comentário mandando sua solidariedade com a família do bebê, que ficaram, naturalmente, arrasados.

Publicidade
Publicidade

A tragédia aconteceu na última quarta-feira (21), quando o bebê foi encontrado no final do dia de trabalho. De acordo com as informações, teria sido o próprio pai quem deixou a criança fechada dentro do carro, por esquecimento. O homem teria saído de casa para levar o bebê na creche antes de ir para o trabalho. No entanto, teria acabado se esquecendo de passar pela creche e foi direto para o escritório. Depois, é a história que se conhece. O homem ficou trabalhando o dia todo e o menino ficou no carro, sem que ninguém tivesse notado sua presença. 

Todas essas horas, com calor, sem refrigeração ou qualquer fonte de hidratação, somado do pânico que teria vivido quando se sentiu sozinho, acabaram sendo fatais para o bebê, em mais um caso de crianças que morrem fechadas dentro dos carros de seus pais.

Publicidade

Johnny Stephenson, diretor de comunicação e análise estratégica desse centro da NASA, divulgou um comunicado, comentando o incidente que "abalou" toda a comunidade. Stephenson confirmou que era o pai do menino quem estava "dirigindo o carro" e acabou se esquecendo da criança. Realçou que esse momento é de dor e estão apenas tentando "confortar essa família", para que possam todos seguir em frente. 

Esse centro, o Marshall, é um dos maiores da NASA e trabalha em missões de voo espacial humano, ciência e desenvolvimento tecnológico. Tem mais de seis mil trabalhadores, colaborando com a empresa.                                                                                                                                          #Bebê #EUA