O site britânico The Guardian noticiou que duas ex-freiras, identificadas apenas como Frederica e Isabel, se uniram em uma cerimônia civil realizada hoje (28) em Pinerolo, cidade pertencente à província de Turim, na Itália.

O casal formado pelas duas mulheres teria se apaixonado enquanto ambas trabalhavam em um centro de reabilitação para dependentes de drogas. De acordo com o ex-sacerdote Franco Barbero, que é amigo do casal, ambas têm muito em comum, e o seu caso de amor teria começado de forma "lenta".

Tanto Federica quanto Isabel já haviam sido casadas com homens antes de iniciarem suas vidas religiosas, e quando assumiram o relacionamento lésbico, passaram a se manifestar contra a posição oficial da Igreja Católica, que condena o #Casamento homossexual.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, as mulheres afirmaram que não perderam a fé, e pretendem continuar a frequentar serviços religiosos.

Cerimônia antecipada

O casamento entre Frederica e Isabel estava marcado para acontecer a portas fechadas na prefeitura de Pinerolo nesta quinta-feira (29). No entanto, de acordo com o The Guardian, a cerimônia acabou sendo antecipada em 24 horas, pois o casal não queria que o evento acabasse criando uma espécie de "frenesi" na mídia local, que já estava sabendo da história envolvendo as duas mulheres. O prefeito da cidade, Luca Salvai, quis garantir o direito do casal à discrição e à privacidade, e por isso optou por antecipar o dia do casamento.

As mulheres ainda pretendem realizar uma cerimônia religiosa que será conduzida por seu amigo Franco Barbero, que foi suspenso pela Igreja Católica por apoiar o casamento gay.

Publicidade

Ainda segundo o site britânico The Guardian, as ex-freiras já haviam conversado com o jornal italiano La Stampa, quando Isabel declarou: "Deus quer as pessoas felizes, a viverem o amor à luz do sol", e foi complementada por Frederica: "Nós apelamos para que nossa igreja acolha todas as pessoas que se amam".

A cerimônia civil que uniu as duas mulheres foi a segunda realizada na cidade de Pinerolo envolvendo pessoas do mesmo sexo, após o governo italiano ter aprovado uma legislação específica para casamentos homossexuais. #Europa #Religião