Nesta sexta-feira, 09, começaram a circular imagens na internet que mostram um casal dentro de um carro desacordado. Enquanto os dois estão com as bocas bem abertas, a criança parece tensa no banco de trás do veículo. De acordo com informações do portal de notícias da RedeTV!, a foto foi publicada pelo Departamento de Polícia de East Liverpool. Os moradores da região ficaram chocados com a forma que o menor de idade foi deixado para trás. Além da foto principal, que está em destaque nessa reportagem, outras imagens foram divulgadas pela Polícia local. Ao todo, as imagens tiveram mais de 16 mil visualizações em poucas horas. 

Segundo a RedeTV!, o homem e a mulher seriam casados.

Publicidade
Publicidade

Inconscientes, eles teriam ingerido muita heroína, até que tiveram uma heroína. Por sorte, os dois passaram mal com o veículo parado. O menino está apenas preso com um cinto de segurança, enquanto uma pessoa do lado de fora fotografa toda a cena. Não se sabe ao certo se as fotos teriam sido feitas pela polícia ou então por um morador da região, que revoltado decidiu fazer a denúncia. A ação ganhou destaque também no tabloide inglês 'Daily Mail'. Segundo a publicação, após receberem as imagens, os policiais decidiram compartilhá-las. O objetivo da corporação americana seria alertar a região sobre como o uso de drogas pode ser perigoso e destruir as famílias. 

"Estamos cientes que algumas pessoas podem se sentir ofendidas por essas imagens e, por isso, sentimos muitos. Mas é o momento de o público que não usa drogas ver com o que temos que lidar no nosso cotidiano", dizia a mensagem publicada na página da polícia, que em seguida informava que o mal que fez o casal ter a overdose foi mesmo a heroína.

Publicidade

A polícia ainda pediu a população que enfrente o problema, que seria mais difícil de lidar do que muita gente imagina. Após as fotos, paramédicos chegaram ao local e socorreram as duas pessoas que passaram mal. O casal acabou sendo preso, mas depois de prestar esclarecimentos, foi liberado. A criança está sob custódia da justiça.  #Crime #Investigação Criminal