O primeiro debate dos candidatos à presidência dos Estados UnidosHillary ClintonDonald Trump foi marcado por sarcasmos, ironias e risos, num embate memorável.

O futuro dos EUA será definido a partir do resultado dessas eleições que contam com duas figuras icônicas a disputarem o cargo de maior poder no mundo.

A Universidade Hofstra, em Nova York, recebeu os dois políticos nesse debate cara a cara com duração de 90 minutos e visto atentamente em transmissão ao vivo por dezenas de milhares de pessoas ao redor do mundo. 

A troca de farpas já era esperada, considerando que de um lado há um candidato surpreendentemente forte, Trump (já que muitos o consideravam apenas um ricaço brincalhão e polêmico, mas que está bem colocado nas pesquisas de opinião).

Publicidade
Publicidade

Do outro lado, a candidata da situação, Hillary, que se mostra como o equilíbrio e a continuidade de um governo com gestão de sucesso, encabeçado por Barack Obama. Ela também divide as atenções do eleitorado com seu oponente.

Vamos as trocas de "carícias": Em determinado momento, Trump disse que possuía um temperamento melhor que sua rival, e também considerou que Clinton não tem a resistência exigida para estar no cargo de presidente. Por sua vez, Hillary Clinton enfatizou que o bilionário oponente muitas vezes têm insultado as mulheres: "Esse é um homem que chama as mulheres de porcas, idiotas e cadelas".

Em relação ao grupo terrorista #Estado Islâmico (ISIS), Donald Trump afirmou, com base no site de Hillary, que ela teria um plano de atacar esse grupo criminoso. Ele ainda debochou dizendo que a candidata democrata estaria revelando todo o plano para o Estado Islâmico, e ações como essa revelariam o motivo para ela estar lutando contra essa organização terrorista "por toda a vida".

Publicidade

Outro assunto polêmico abordado por ambos foi se o magnata revelaria informações de sua declaração de imposto de renda. Segundo Trump, ele estaria em processo de "auditoria de rotina", o que justificaria a impossibilidade de publicação. Mas o republicando disse que revelaria essas informações, sob a condição da Senhora Clinton também divulgar os 33.000 e-mails que foram apagados do servidor privado dela. 

A democrata admitiu o erro em usar um servidor privado, mas provocou o rival ao dizer que ele se nega a divulgar as informações de sua renda pessoal possivelmente por não ser tão rico ou tão caridoso quanto afirma sempre.

De acordo com a polícia de Long Island, cerca de 2.000 manifestantes estavam reunidos no entorno do local de debate

Há ainda mais dois debates agendados para Clinton e Trump no mês de outubro, e seus respectivos companheiros de partido, Tim Kaine e Mike Pence, terão um embate na próxima semana. #Eleições #EUA