Uma #Tragédia aconteceu nos últimos dias a cerca de 60km de Madri, na Espanha. Foram encontrados quatro corpos esquartejados. Conclui-se que esses corpos eram de uma família, sendo casal e seus dois filhos, que tinham 1 e 4 anos de idade. A polícia encontrou os corpos em uma casa que foi alugada pela família, localizada em uma pequena cidade com uma população de cerca de 4 mil habitantes. Através de depoimentos, levantaram a possibilidade daquela família ser brasileira, o que já foi confirmado.

Em dados oficiais divulgados pela polícia, os corpos dessa família estariam na casa há mais de um mês, sendo encontrados somente após a denúncia de um vizinho, que percebeu o forte cheiro que vinha da casa, o que acontece devido à decomposição dos corpos.

Publicidade
Publicidade

Feita em segredo, a investigação ainda é imprecisa. As hipóteses que foram levantadas apontam que o #Crime teria sido cometido em uma espécie de acerto de contas. Sem sinais de arrombamento do local, conclui-se que tudo foi feito por profissionais.

O caso está repercutindo na Espanha, ganhando também a comoção do povo brasileiro após ser descoberto que a família era do Brasil. Os cadáveres esquartejados foram encontrados sacos plásticos, lacrados com o auxílio de fita adesiva.

A polícia acredita que o plano foi executado de forma que a previsão dos criminosos era a de não deixar quaisquer pistas. Esquartejados, provavelmente os assassinos ainda pretendiam se livrar dos corpos e não levantar suspeitas.

Os moradores da pequena cidade estão extremamente preocupados com o ocorrido, que não costuma ser comum naquela localidade, com tendência a ser um lugar calmo.

Publicidade

A casa em que a família estava habitando teria sido alugada no mês de Julho e os brasileiros nunca tiveram grande contato com seus vizinhos. As investigações da polícia seguirão em frente, em busca de maiores esclarecimentos e a descoberta de tudo que aconteceu no local, além de, é claro, tentar encontrar as pessoas que cometeram o crime com o casal e seus dois filhos, que eram duas crianças muito pequenas. #Casos de polícia