Uma imagem chocante! Um vídeo mostra como uma menina de 2 anos, chora inconsolavelmente tentando reanimar sua mãe, que estava deitada no chão de um supermercado, vítima de uma overdose de heroína, segundo publicou o jornal 'The Sun'.

Na gravação, pode-se ver como a menor tenta reanimar sua mãe, de 36 anos, primeiramente puxando-a pela mão, ao ver que não consegue, a pequena, muito apavorada, se aproxima do rosto da mulher, que está deitada no chão no corredor de brinquedos, faz carinho e dá pequenos tapas para ver se ela acorda.

O vídeo foi feito por um cliente da loja, que chamou os serviços de emergência. A mulher foi rapidamente encaminhada para um hospital, onde os médicos utilizaram duas doses de naloxona.

Publicidade
Publicidade

medicamento utilizado para reverter os efeitos da overdose de opióides e heroína, para reanimá-la.

Ao revistar a bolsa da mulher, a polícia encontrou sacos de plásticos com drogas. A mulher, que não teve o nome divulgado, agora responde pelo crime de negligência infantil, e sua pequena menina encontra-se sob custódia do estado.

 Local do incidente e quem divulgou o vídeo

O triste incidente ocorreu no último domingo, 18, na cidade americana de Lawrence em Massachusetts.  Apesar do vídeo ter sido filmado por clientes do supermercado, quem acabou divulgando o conteúdo foi o próprio departamento polícia, com o objetivo de aumentar a conscientização da população, do poder devastador de destruição que as drogas podem causar em uma pessoa e em seus familiares.

Esta não é a primeira vez que a polícia americana usa incidentes reais para alertar sobre os efeitos que as drogas causam na vida das pessoas.

Publicidade

No início deste mês, a polícia da cidade de East Liverpool em Ohio, publicou duas fotografias chocantes onde pode-se ver duas pessoas inconscientes por overdose de heroína no banco da frente de um carro, enquanto um menino de 4 anos testemunhava a triste cena, no banco traseiro do veículo.

Realmente, estas imagens são de partir o coração de qualquer pessoa. Mas infelizmente, muitos têm negligenciado os efeitos absurdos que os vícios em drogas podem causar. #Justiça #Crise #Casos de polícia