A polícia foi chamada em uma casa, em Manchester, perto das 9h30 da manhã, da última terça-feira. Chegando no local, os policiais encontraram um bebê de oito meses em estado crítico, com múltiplas lesões. A polícia teria sido contactada pelo serviço de ambulâncias, que teria chegado um pouco antes, reportando depois o incidente. Um homem de 25 anos foi primeiramente detido, sendo suspeito de ter algum envolvimento nessa morte. Mais tarde, a polícia confirmou que está aberta uma investigação a esse caso e que também uma mulher, de 24 anos, estava presa. 

Apesar de ainda não haver confirmação oficial, tudo indica que teriam sido os próprios pais os responsáveis pela morte do filho, um menino de oito meses.

Publicidade
Publicidade

A criança foi encontrada e ainda levada para o hospital de Manchester, onde acabou por morrer dois dias depois, não resistindo aos ferimentos que apresentava. 

Entretanto, Craig Dawick e Chantelle Flynn foram detidos pela polícia e estão em prisão preventiva, aguardando por novas decisões da ##Justiça inglesa. Alegadamente, Craig e Chantelle, de 25 e 24 anos, são um casal e os pais do bebê. Os dois estão detidos, acusados pelo ##Crime de homicídio. Para já, são suspeitos de terem matado ou permitido a morte de uma criança e deverão aguardar pela conclusão desse inquérito, na prisão. 

Uma irmã de Chantelle, e tia do menino, se mostrou chocada por descobrir tudo isso através do Facebook. Teria sido uma amiga da #Família a partilhar essa informação no facebook, lamentando a morte do bebê. Mais tarde, Rachelle reagiu, dizendo que toda a #família está de "coração partido" depois de esse choque e também por terem sabido de tudo, pela rede social. 

Jamie Daniels, detetive nesse caso, falou em perturbação geral, na abordagem a essa tragédia.

Publicidade

O possível assassinato de uma criança tão pequena é sempre um caso que acaba mexendo mais com todos os envolvidos e essa investigação parece não ser exceção. Para já, a investigação ainda está em uma fase inicial e os policiais procuram recolher toda a informação possível, pedindo mesmo ajuda de vizinhos, amigos ou familiares que possam declarar informações relevantes na investigação dessa trágica morte. Daniels lamentou ainda o sucedido, endereçando todo o seu apoio e pesar para todas as pessoas que estão sofrendo com essa perda, dentro da comunidade mais próxima.