Anunciamos ontem (28) a chegada de uma tempestade solar vindo em direção à Terra, com chance de interferir no funcionamento de satélites e diversos equipamentos eletrônicos. Também foi dito que a ejeção da massa coronal causaria auroras boreais em algumas regiões, e foi exatamente isso que aconteceu.

De acordo com informações do periódico britânico Daily Mail, edição de quinta-feira (29), na noite da última quarta-feira (28), moradores do norte da Escócia foram agraciados com o surgimento de belas auroras boreais, que pintaram o céu do país de várias cores (veja foto ao lado).

Conforme a jornalista à frente da informação, Abigail Beall, devido ao aumento da atividade solar, países como Canadá, Escandinávia, Escócia e o norte da Inglaterra poderão presenciar auroras boreais (hemisfério Norte).

Publicidade
Publicidade

Segundo o Serviço Geológico Britânico e meteorologistas estadunidenses, o aumento do fenômeno ocorre devido ao fato de um buraco na camada externa do Sol estar voltado à Terra.

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOOA, sigla em inglês), sediada nos Estados Unidos, classificou a tempestade magnética de G2, que significa "intensidade moderada". Contudo, ela é capaz de gerar danos em geradores e transformadores situados em áreas elevadas, caso o tempo de exposição seja prolongado. Interferência em ondas de rádio também podem acontecer.

As partículas carregadas devem continuar com intensidade moderada até sábado, 1 de outubro. Após a data, a tendência é que a tempestade geomagnética deixe de interferir no nosso planeta.

A erupção solar de ontem impressionou habitantes do norte da Escócia, após o surgimento de auroras boreais. O Serviço Geológico Britânico (BGS, sigla em inglês), comenta o evento: "Isto significa que uma corrente de vento solar rápido está atualmente batendo o campo magnético da Terra e causando um aumento da atividade geomagnética”, explica a entidade.

Publicidade

Antes do advento da eletricidade, tempestades solares não representavam perigo à população. Contudo, em decorrência da dependência de energia elétrica, a sociedade moderna se torna mais frágil perante este tipo de eventos cósmicos.

#Mídia #Curiosidades #Internet