Segundo pesquisadores da Universidade de Michigan, o homem que está em um relacionamento sério e vivendo debaixo do mesmo teto com uma mulher que seja chata, pegue no pé e não dê sossego a ele, torna-se uma pessoa mais saudável e com o organismo mais disposto para combater doenças como diabetes, obesidade dentre outras patologias que, eventualmente, aparecem no corpo masculino por causa do seu modo de vida sedentário. Os pesquisadores, comandados pelo Dr. Hui Liu, confirmaram, em uma pesquisa realizada durante 5 anos com casais que, quando a mulher está irritada e ‘perturbando o homem’ no casamento é porque, na verdade, ela está se importando com ele.

Publicidade
Publicidade

Essa atitude, segundo os estudiosos, demonstra que ela sente vontade de melhorar a vida do seu parceiro, mesmo que, aparentemente, demonstre querer ‘destruir um pouco mais’. “O estudo desafia a suposição tradicional de que uma relação conjugal negativa é sempre prejudicial à saúde”, revelou o pesquisador chefe do estudo, Dr. Hui Liu. Para que ele e sua equipe chegassem a essa conclusão, os pesquisadores monitoraram 1.228 homens e mulheres que convivem debaixo do mesmo teto e assumiram um relacionamento sério, ou seja, estão casados.

Após as análises, que duraram mais de quatro anos, o doutor fez palestra explicando que “Em algumas situações, importunar é se importa com a pessoa”, ou seja, para ele, está claro que aquela velha máxima tão utilizada aqui no Brasil conhecida como “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, faz sentido.

Publicidade

O especialista continuou explicando que é necessário que outras pessoas que estudam o comportamento social do ser humano consigam fazer essa distinção, ou seja, os especialistas em família precisam saber “distinguir em diferentes fontes e fatores que possam medir a qualidade de uma casamento.”, concluiu o doutor.

A informação surgiu primeiro no site BlastingNews e logo tomou conta das redes sociais, aparentemente, alegrando grande parte das mulheres que se encontram atualmente casadas. É importante lembrar que, no estudo realizado nos Estados Unidos, também foi citado que as mulheres chatas pesquisadas acabam ‘controlando’ a vida do seu cônjuge.

E você, o que acha dessa pesquisa? Deixe a sua opinião nos comentários. #Mural de Notícias #Curiosidades