O fato não tão inusitado na região de Chiang Mai, na Tailândia, assombrou a turista que, antes de ver a imagem, não havia se dado conta do furto. A mulher visitava o templo religioso de Wat Phra That Doi Suthep, foi tirar fotos com duas crianças da região que vestiam roupas típicas e teve o relógio roubado por uma delas. De acordo com publicação da moça nas redes sociais, ao voltar para o hotel com marido, ela percebeu que estava sem o relógio. A princípio,ela pensou que o tivesse perdido durante os longos passeios que fizeram, mas, depois ao rever as fotos feitas no dia, flagrou o exato momento em que teve o relógio furtado. Disse que achou maravilhosa a ideia de tirar a foto com as duas meninas e jamais pensou que uma coisa do gênero pudesse acontecer.

Publicidade
Publicidade

Na imagem, uma das meninas segura o braço direito da mulher, enquanto a outra tentar tirar o relógio. A turista, por sua vez, aparece sorridente e nem se dá conta do que está prestes a acontecer.

Quando se vai conhecer um país nunca antes visitado, algumas precauções devem ser tomadas. Grande parte dos turistas que visitam a Tailândia volta para casa muito feliz com suas fotos de elefantes, templos e praias paradisíacas, mas, a maioria, também retorna ao país de origem com histórias de furtos e fraudes. Alguns dizem que Bangcoc é bastante segura, mas o fluxo intenso de pessoas atrai muitos ladrões que se aproveitam dos turistas desinformados. Um exemplo são os motoristas de um triciclo chamado ‘tuk-tuk’, que fazem viagens de taxi, muitos deles mentem sobre o horário de abertura dos monumentos, e fazem os turistas pagarem preços bastante abusivos, os levando para destinos totalmente diferentes.

Publicidade

Outra informação pertinente aos turistas é que jogar cigarro no chão resulta em multa de dois mil bahts (cerca de 150 reais), no entanto, essa é uma lei aplicada praticamente só aos estrangeiros. Algumas embaixadas como a da Espanha, alertam aos seus visitantes que, em algumas praias, podem ser cobrados preços extremamente abusivos, além dos pequenos furtos como o sofrido pela turista acima citada. Muitas regiões são extremamente pobres e os cidadãos locais se aproveitam para tirar vantagem dos visitantes. Muitas famílias utilizam de suas crianças que parecem ser inocentes, para conseguir praticar esses pequenos roubos nas regiões mais visitadas. Por isso, é sempre indicado que, ao ir para um lugar desconhecido, as pessoas procurem saber melhor como funciona a região e seus perigos. #Crime #Investigação Criminal