Até quando a mulher será vítima de homens machistas e violentos? É assustador o número de casos diários de agressão feminina no Brasil e no mundo. O que parece é que, no caso do Brasil, nem mesmo a criação da Lei Maria da Pena, que busca proteger a mulher, têm inibido esse tipo de #agressão física e psicológica cometida pelos homens. 

Por mais que a mulher ache que conhece o companheiro, na hora que menos espera, ele mostra o seu lado violento e agressivo. E foi isso que aconteceu com uma mulher do Novo México, nos Estados Unidos. Iesha Hartt foi agredida pelo namorado na noite do dia 21 de setembro, e pasmem o motivo: porque não gostou de vê-la amamentando o filho recém-nascido na frente de um médico.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o sargento David Trujillo, que investiga o caso, Rafael Orozco, de 22 anos, agrediu a namorada, poucas horas depois de ela dar à luz ao filho do casal. Ele ficou enciumado por vê-la dando o peito para o filho na presença de outro homem, um médico da Unidade de Saúde da cidade de Taos, onde foi realizado o parto da jovem.

Segundo testemunhas, o homem começou a discutir com a namorada, atingindo-a na boca, depois a agarrou pelo pescoço e a espancou. Um segurança do hospital tentou impedir a agressão contra a mulher, mas o homem o ameaçou dizendo que estava armado.

Mesmo com a segurança e policiais do hospital cercando a área da Unidade de Saúde, Orozco não foi capturado e conseguiu fugir. Segundo o sargento David, esse não foi o primeiro episódio do rapaz com a justiça, visto que ele já possuía um mandado de prisão em aberto por ter violado uma condicional receptando produtos roubados.

Publicidade

O sargento acredita que por esse mandado em aberto que o homem fugiu do hospital antes da chegada da polícia. O homem agora é considerado fugitivo e está sendo procurado pela polícia do Novo México.

Fica um alerta para que as mulheres busquem conhecer bem um homem antes de iniciar um relacionamento amoroso com o mesmo, principalmente antes de tomar uma decisão tão importante como ter filhos e constituir uma família.  #Amamentação #Crime