Existe um consenso entre os ufólogos, indivíduos que pesquisam a existência de objetos voadores não identificados (ovnis/UFOs), de que a maioria dos avistamentos de ovnis ocorre de forma mais frequente nas américas Central e do Sul.

O México, por exemplo, é conhecido em todo o mundo pelos constantes flagrantes de ovnis. Eles surgem em todas as regiões daquele país. Na América do Sul, o Brasil rivaliza com Argentina e Chile, o número de aparições desses emblemáticos objetos.

No entanto, com exceção do Chile, que conta com o Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos – órgão das Forças Armadas responsável pelo estudo científico desses episódios -, nenhuma outra nação latino-americana demonstra, ao menos oficialmente, interesse em desvendar o enigma desses emblemáticos objetos.

Publicidade
Publicidade

Embora o termo ovni/UFO sirva para designar aeronaves anômalas, cuja formação, apesar de desconhecida, pode ser terrestre, como os aviões secretos desenvolvidos pelos Estados Unidos, ou extraterrestre, como os inusitados objetos voadores filmados recentemente próximos à lua e à Estação Espacial Internacional (ISS), com o advento da #Internet surgem cada vez mais vídeos dessas naves no continente Americano.

Agora, a gravação de um suposto UFO durante o dia, em 30 agosto, na Guatemala, país situado na América Central, revelado pelo portal de notícias Publinews Guatemala, tem gerado debates após o responsável pela filmagem, Giovanni Dorigoni, expor o flagrante no perfil dele no Facebook.

Conforme Dorigoni, ele gravou a esfera luminosa sobre a Cidade da Guatemala – capital do país. Naquela data, o sujeito declara ter observado o UFO a sobrevoar o Banco da Guatemala, por volta das 8h5min da manhã.

Publicidade

Após divulgar o vídeo na rede social, usuários opinaram a respeito. Um deles, Carlos Alvarado, acentuou o fato de o objeto emitir luzes em pleno dia. Para ele, esse aspecto demonstra que o ovni em questão se trata de uma estrutura anômala sob comando inteligente. “Outra coisa que chama a atenção é o piscamento, que nada tem a ver com a reflexão do Sol já que é dia de Sol”, opina.

Na sequência, o protagonista da filmagem explica não ter prolongado a gravação devido ao intenso tráfego de veículos no momento do flagrante. “Pena que não pude continuar gravando porque tive que me mover porque começaram a buzinar, e ao procurar [o UFO] já não o encontrei”, lamenta.

Mesmo que seja impossível atestar o evento como procedente de alguma entidade alienígena, é curioso notar o aumento das atividades dessas aeronaves sem identificação ao redor de todo o globo terrestre.

Seriam essas naves meros drones ou balões? Ou existiria algo mais por trás desta cortina de fumaça, que nem mesmo os governos teriam interesse em revelar?

#Entretenimento #Curiosidades