Ryan Lawrence, de 25 anos, se declarou culpado pelo assassinato de sua filha, Maddox Lawrence, de 1 ano e 9meses, e enfrenta uma pena de 25 anos de prisão, na cidade de Syracuse, no condado de Onondaga, em Nova Jersey nos Estados Unidos, segundo publicou o jornal Syracuse.

No dia 20 de fevereiro, a polícia do condado emitiu uma ordem de busca para Ryan, após o desaparecimento de sua filha.

Ryan confessou que bateu em sua pequena filha até a morte com um bastão de beisebol. Em seguida, ele colocou o corpo da menina em uma fogueira e o deixou queimar por várias horas. Então ele pegou os restos carbonizados de Maddox, amarrou em um tijolo e jogou dentro de um rio em Onondaga Creek.

Publicidade
Publicidade

No entanto, um dia depois do #Crime, os restos mortais da menina foram encontrados e seu pai foi preso.

Segundo a polícia, Ryan contou que, antes de cometer o crime, ele orou para que Deus lhe desse um sinal, dizendo: "Deus, se eu não estou destinado a matá-la, faça-me tropeçar".

O criminoso confessou, diante do Tribunal, que passou a sentir inveja pela atenção que a menina recebia da família e da imprensa, após superar um câncer.

O advogado de Lawrence, o doutor Michael Vavonese, disse que o homem estava sofrendo uma "perturbação emocional extrema".

Vavonese diz ainda que seu cliente sempre foi um pai amoroso e carinhoso com sua filha, mas confessou que ele talvez nunca seria capaz de compreender exatamente o que fez Ryan a chegar a este estado emocional e cometer o crime.

Em contrapartida, o procurador Jeremy Cali, afirma que não tinha nenhuma ideia de que Lawrence fosse um bom pai, "Tudo o que eu sei é que ele matou sua filha", disse Cali.

Publicidade

O advogado Vavonese disse que Lawrence agora lamenta muito pelo o que ocorreu naquela noite, e que ele está com extremo remorso.

Crimes de pais contra filhos

Infelizmente, nos últimos anos, temos visto um grande aumento de crimes cometidos pelos pais contra seus filhos. Em um desses crimes, uma adolescente de apenas 15 anos de idade, sofreu durante 2 anos com os abusos sexuais cometidos pelo seu próprio pai que também a drogava.

Uma mãe foi presa, por vender sua filha de apenas 10 anos de idade para um homem poder estuprá-la. Como pagamento por esse crime ela recebeu menos de 5 reais e uma garrafa de vodca.

Até onde vai a insanidade e a maldade do coração humano? #Casos de polícia #Morte