Uma adolescente de 16 anos foi internada por seu vício na #Internet. Após este fato, a jovem matou a mãe de #Fome. De acordo com o site The Paper, a menina voltou para a casa, amarrou a mãe em uma cadeira e ali a deixou por uma semana, sem oferecer nenhum alimento. 

No dia 16 de setembro, a adolescente se entregou à polícia e os veículos de imprensa locais noticiaram o caso no sábado, dia 24. O crime aconteceu na Província de Heilongjiang, nordeste da #China

O que aconteceu

De acordo com a reportagem, a jovem alegou que foi humilhada no local onde foi internada e por este motivo ela decidiu se vingar. O crime foi premeditado e adolescente chinesa enviou fotos e vídeos para a tia, pedindo resgate.

Publicidade
Publicidade

A irmã da vítima chegou a enviar o dinheiro, mas quando a quantia foi entregue a mulher já estava morta.

A menina teria chamado uma ambulância e fugido, mas ao saber da morte da mãe, ela se entregou à polícia. O pai já havia sido hospitalizado após ter sido esfaqueado pela filha em um incidente anterior.

Em seu blog, a garota teria escrito dizendo que estava com raiva dos pais e justificou o crime: “Foram eles que me enviaram para lá. Foram eles que me amaldiçoaram e me bateram, sabotaram minha vida. Mas também foram eles que disseram que me amavam. Meus amigos, se fossem vocês, o que fariam?”, escreveu a jovem.

Segundo o próprio site The Paper, o centro de internação, situado em Shandong, adere a métodos brutais, como choques elétricos e espancamento. O crime ainda está sob investigação.

Publicidade

Os meios de comunicação e a comunidade chinesa inciaram debates sobre o centro. Os responsáveis da instituição não falam com a imprensa e nem mesmo permitem a entrada no local. 

As autoridades locais disseram que irão investigar o centro.

Vício em internet

A jovem havia sido internada porque estava viciada em internet. Mas, afinal de contas, o que é vício em internet?

O vício em internet, também conhecido como compulsão à internet ou internet-dependência, se caracteriza quando uma pessoa tem a vida pessoal, sentimental e profissional afetada por permanecer de forma exagerada na internet. São os ciberviciados.

Existem até mesmo casos de ciberviciados que morreram após permanecerem horas e horas na frente do computador.

Uma pesquisa realizada por estudiosos norte-americanos mostra que 6% a 10% dos aproximadamente 189 milhões de internautas americanos são ciberviciados.

E se seu filho fosse um ciberviciado, o que você faria? Chegaria a medida de internação? O que você achou da atitude desses pais? E da raiva e da atitude dessa menina?