Uma mãe deixou seu próprio filho, de apenas dois anos de idade, trancado dentro de seu carro, para ir a uma balada. O caso aconteceu em Schaffhausen, na Suíça, neste último domingo (18). 

Era madrugada de domingo, quando alguns pedestres ouviram um choro acompanhado de gritos de criança, e avistaram uma criança presa dentro do veículo desesperada. Batia no vidro querendo sair de lá de dentro. A cena revoltou quem passava, no local. Ninguém entendia o porquê dela estar trancada num veículo em plena madruga. Alguns pedestres ligaram para a polícia. Até que um homem, na tentativa de socorrer o pequeno, que não parava de gritar, pegou uma pedra e quebrou um dos vidros do veículo e retirou o menino, tentando acalmá-lo.

Publicidade
Publicidade

A polícia não demorou a chegar e muitos já estavam ali. Os policiais ouviram relatos das testemunhas no local, e, já com a criança salva, muitos expressaram sua revolta de ver a angústia do pequeno, de apenas 2 anos, trancado dentro do veículo.

Em seguida, chegou a mãe do garotinho, toda arrumada e feliz pela noitada. Foi quando se deparou com toda movimentação da polícia e o vidro de seu veículo quebrado.

Ao ser interrogada pelos policiais por qual motivo teria deixado seu filho preso no veículo, a mulher assumiu que ela mesma havia deixado a criança dormindo dentro do carro para que pudesse ir a uma balada com seus amigos.

A mãe do menino, de 25 anos, irá responder a processo por negligência infantil.

Ela ainda resolveu denunciar o homem que salvou seu próprio filho por vandalismo, por ele ter quebrado o vidro de seu carro para retirar o menino.

Publicidade

Não se tem informações se a criança permaneceu ou não sob os cuidados de sua mãe, ou se estaria com algum parente próximo.

As identidades da criança de dois anos e de sua mãe, de vinte cinco anos, não foram divulgadas.

É até difícil de acreditar que isso seja verdade, mas é verídico, pois nos deixa a imaginar os diversos riscos que a criança correu ao ficar sozinha dentro do veículo por horas. Por algo tão fútil que é sair à noite para ir a uma balada. Larga seu próprio filho sem se preocupar com o que poderia acontecer com ele. Pensando apenas em seu bem estar. #Crime #Casos de polícia